Patrão é baixa de última hora no Dakar

04 janeiro 2018

Mário Patrão, que era um dos quatro motards portugueses inscritos para a edição de 2018 da mítica prova de todo-o-terreno que arranca este sábado em Lima, no Peru, é a mais recente baixa da armada lusa.

O piloto da KTM deu entrada no Hospital Nossa Senhora da Assunção, em Seia, a queixar-se de dores abdominais no passado dia 31 e, após observação médica, foi transferido para o Hospital de Viseu, onde foi submetido a intervenção cirúrgica de urgência a uma apendicite aguda.

Mário Patrão aguarda agora alta hospitalar e revelou um “sentimento de tristeza e frustração.”

“Considero que fizemos um bom trabalho de preparação, mas infelizmente não vou conseguir estar à partida. Resta-me levantar a cabeça e continuar a lutar com todas as minhas forças. Agradeço a todos os patrocinadores que mesmo neste momento tão difícil estão comigo,” disse o piloto da KTM.

Enquanto isso, Paulo Gonçalves está também em dúvida. O piloto da Honda, que tinha como objetivo lutar pela vitória, lesionou-se numa sessão de treino que levava a cabo no sul do País. Gonçalves espera agora a luz verde dos médicos para prova para saber se pode alinhar, ou não, para o Dakar no próximo dia 6.

scroll up