Peterhansel vence em Belén

16 janeiro 2018

Líder desde a partida, Stéphane Peterhansel assinou a segunda vitória consecutiva em especiais, e terceira neste Dakar, para recuperar algum terreno face ao colega de equipa Carlos Sainz. O francês não deu hipóteses aos rivais e acabou por ter uma jornada muito positiva.

O “Senhor Dakar”, que na sétima especial, que ligou La Paz a Uyuni, perdeu muito tempo para a frente, acabou por recuperar muito terreno e não apenas para o líder. Um final de especial difícil, com problemas no Toyota, fez com que Nassar Al-Attiyah perdesse mais de 29 minutos para Peterhansel, o que em termos de classificação geral se traduziu na troca de posições entre ambos. O qatari, que fechou o Top 10 de hoje, é agora terceiro da geral a 1h12m46s da frente.

Já Giniel de Villiers levou a cabo uma das suas melhores prestações este ano. O sul-africano da Toyota igualou a sua melhor prestação até ao momento nesta edição da prova para terminar na segunda posição a 8m26s do vencedor. Um resultado que lhe permite manter o quinto posto da geral, mas agora a apenas 33 segundos do quarto lugar ocupado pelo colega de equipa Bernhard Tem Brinke, que fechou o Top 5 da classificativa de hoje a 22m22s da frente.

Enquanto isso, no mais baixo do pódio ficou o líder da classificação geral. Carlos Sainz, que parece estar no bom caminho para a segunda vitória na mais dura prova de todo-o-terreno do mundo, levou a cabo uma etapa muito tranquila e regular, dando a clara ideia que está já a começar a gerir a vantagem para os rivais.

Atrás dele, no quarto posto após os 373 km cronometrados de hoje terminou Khalid Al-Qassimi.

scroll up