Rali Serras de Fafe abriu a época com dois líderes distintos

19 fevereiro 2017

Começou com chuva mas terminou com muito sol a prova inaugural do Campeonato Nacional de Ralis 2017. Pedro Meireles acabou por levar a melhor depois de um domínio intenso de Ricardo Moura, que comandou desde o primeiro troço até à 10ª especial, altura em que uma rótula da suspensão do Ford Fiesta R5 ditou o abandono, quando comandava com 42,3 segundos de vantagem para o Skoda Fabia R5 de Pedro Meireles.

A partir daí foi o piloto de Guimarães que tomou conta dos acontecimentos, gerindo a vantagem perante o campeão nacional José Pedro Fontes, que viria a começar e a terminar o rali com alguns problemas de percurso. Um toque lateral na primeira especial e um furo no derradeiro troço, impediram o piloto ACP de fazer melhor, terminando o rali no 2º lugar a 59,2 segundos do vencedor Pedro Meireles. O pódio viria a ficar completo com João Barros em Ford Fiesta R5, a 1m14s do vencedor.

Miguel Barbosa que continua a demonstrar excelente adaptação à condução do seu Skoda Fabia R5 rolou entre os cinco primeiros classificados até ao 8º troço, altura em que um furo obrigou o piloto ACP a perder cerca de cinco minutos, situação que se viria a complicar depois de um ligeiro toque com a frente esquerda do carro na mesma especial de classificação. Apesar de ter largado o lote dos cinco primeiros classificados, Miguel Barbosa mostrou-se satisfeito com o andamento conseguido nas especiais da região de Fafe. Uma prova que contou com dois líderes distintos e alguns momentos de emoção, coloca para já Pedro Meireles no comando do campeonato, que tem a 2ª prova agendada para Castelo Branco a 11 e 12 de março.

scroll up