Ramos vence em Idanha e lidera Campeonato

10 setembro 2016

João Ramos teve de lutar com outras duas Toyota Hilux para chegar à vitória, uma vez que os seus dois principais adversários desistiram muito cedo. Depois de dominar o Prólogo por completo, Miguel Barosa foi obrigado a desistir com uma poli do motor do Mitsubishi partida e logo de seguida foi a vez de Nuno Matos abandonar com problemas na suspensão do Opel Mokka Proto.

Apesar disso, João Ramos ainda apanhou um susto quando um furo o fez perder mais de dois minutos, sendo obrigado a rolar muito rápido para se chegar a Paulo Ferreira, líder em CP1 e depois a Alejandro Martins que terminou na liderança no final do primeiro setor seletivo, ambos ao volante de outras duas Toyota Hilux. Foi no derradeiro setor que João Ramos aplicou o seu ritmo, para chegar à vitória com 2m50 de vantagem para Alejandro Martins e 5m07 em relação ao 3º classificado, e talvez a surpresa da prova, a VW Amarok muito bem tripulada por Pedro Ferreira. Paulo Ferreira viria a conquistar o 4º posto apenas com 25 segundos de diferença para o piloto da Amarok. O 5º classificado acabou por ser Alexandre Franco num BMW Série 1 Proto, já a 20m17 de João Ramos, que passa a liderar o campeonato, numa altura em que a Baja TT Portalegre 500 volta a ser decisiva para a atribuição do título, que agora passa a ter apenas dois candidatos: João Ramos e Nuno Matos.

Em relação ao “Desafio Total Mazda”, João Rato foi imperial ao volante do Mazda Proto, conseguindo não só a vitória no “Desafio”, mas também o 6º lugar absoluto, deixando João Pedro Pais no segundo lugar deste troféu promovido pela Mazda. Dois pilotos que já foram campeões neste duelo monomarca. Em relação à categoria T2 o triunfo pertenceu a César Sequeira em Isuzu D-Max, enquanto no grupo T8 a vitória foi de Hugo Raposo em Nissan Pathfinder.

scroll up