Também há equilíbrio no Campeonato Nacional de Ralis

18 maio 2017

Se o Campeonato do Mundo de Ralis está mais competitivo que nunca e a emoção e o equilíbrio são constantes, também no Campeonato Nacional de Ralis o cenário é idêntico. O campeão nacional de ralis, José Pedro Fontes que é também o líder do campeonato de 2017, conta com menos de um ponto de vantagem em relação a João Barros que é o 2º classificado. Fontes totaliza 70,36 pontos, enquanto Barros soma 69,41 pontos. O 3º classificado, Carlos Vieira também está muito perto, com 62,85 pontos. Entre os cinco primeiros classificados do campeonato, de destacar ainda o 4º lugar de Miguel Barbosa com 48,31 pontos, seguido por Pedro Meireles com 47,05. Em relação ao número de vitórias nas quatro provas disputadas até agora, houve quatro vencedores diferentes. Pedro Meireles, José Pedro Fontes, Bruno Magalhães e Carlos Vieira contam com uma vitória cada um.

Perante todo este equilíbrio, há que encontrar a tática perfeita para uma prova tão longa como o Vodafone Rally de Portugal. Para José Pedro Fontes, piloto ACP, esta é uma prova demasiado importante: “Vamos atacar onde nos sentimos mais à vontade, poupar a mecânica nas zonas mais duras, nomeadamente em alguns pontos das segundas passagens, em que os troços já estarão mais cavados, e tentar dar algum espetáculo ao muito público esperado nesta prova. Contamos com todos a apoiar o Citroën Vodafone Team!”

Entre os cinco primeiros classificados do Campeonato Nacional de Ralis, João Barros e Carlos Vieira não estão presentes por opção em relação à participação nas três provas internacionais que fazem parte do calendário nacional (Vodafone Rally de Portugal, Açores e Madeira), com os dois pilotos ACP José Pedro Fontes e Miguel Barbosa e ainda Pedro Meireles a discutirem os tão desejados pontos para as contas nacionais.

scroll up