Tanak lidera e Neuville mantém Ogier atrás

18 agosto 2017

Ott Tänak é o piloto que melhor está a lidar com as dificuldades apresentadas pelo asfalto molhado nesta 10ª ronda do Campeonato do Mundo de Ralis, mas não está a ter vida fácil. Andreas Mikkelsen, que leva a cabo a segunda prova aos comandos do Citroën C3 WRC, está a oferecer enorme luta. Aliás, tirando o checo Jan Kopecky (Skoda Fabia) na SSS1 e o espanhol Dani Sordo (Hundai) na SS2, os dois jovens têm dominado o topo da classificação do Rally da Alemanha.

O estónio começou melhor, colocando o Ford Fiesta WRC ’17 na segunda posição e ascendendo à liderança na SS3, mas o norueguês respondeu logo em seguida para assumir a primeira posição da geral entre as quarta e sexta classificativas. A partir desse momento, a ordem inverteu-se, com Tanak a mostrar-se mais forte e a salta para a cabeça do pelotão para terminar a primeira etapa com 5,7s de margem. Uma diferença curta e que deixa antever quente luta pela vitória ao longo dos próximos dois dias.

Enquanto isso, todos os olhos estiveram postos no despique do momento: Thierry Neuville vs Sébastien Ogier. O belga da Hyundai chegou à Alemanha como primeiro piloto em mais de três anos a destronar o gaulês da Ford da liderança do Mundial, mas a verdade é que tal só foi possível dadas as três vitórias de Neuville esta época contra as duas de Ogier. Isto porque, ambos estão empatados com 160 pontos.

Mas pelo menos até ao momento, a luta entre ambos não se está a mostrar tão emocionante como se poderia pensar. Depois de um Rally da Finlândia onde não conseguiu tirar o melhor partido do desaire de Ogier, Neuville começou com o pé esquerdo na Alemanha ao terminar a SSS1 com o nono tempo. O belga depressa tratou de atacar com o i20 Coupé WRC para ascender a terceiro na SS2, mas logo em seguida voltou a ter problemas, com uma saída de estrada na terceira classificativa a ditar nova queda na geral.

Só depois disso é que Neuville começou a recuperar de forma gradual para lograr ascender ao mais baixo do pódio ao cair do pano da primeira etapa. Mas a vantagem que detém sobre Ogier é muito curta: 2,4 segundos.

Ao mesmo tempo, o francês começava melhor, para piorar, melhorar e voltar a piorar. Um pião na SS2 ditou a queda ao sétimo posto da geral, mas a recuperação até ao pódio deu-se logo de seguida. Contudo, novo pião na SS8 ditou a perda de 20 segundos e, com isso, a descida ao quarto lugar da geral.

Desta forma, está tudo em aberto para os próximos dois dias. É certo que, de momento, Neuville é o líder do Mundial, mas tudo pode ainda mudar.

Enquanto isso, Elfin Evans fecha a lista dos cinco primeiros com o terceiro Ford Fiesta WRC ’17. Atrás dele surge o primeiro Toyota Yaris WRC, o de Juho Hänninen, com Craig Breen (Citroën), Jari-Matti Latvala (Toyota), Hayden Paddon (Hyundai) e o vencedor da SSS1, Kopecky, a completarem o Top 10.

scroll up