Toyota apresenta arma para o Mundial de Resistência

03 abril 2017

O Circuito de Monza, no norte de Itália, foi palco da primeira aparição pública do novo carro de competição da formação oficial da marca nipónica, o TS050 HYBRID com o qual a Toyota Gazoo Racing pretende conquistar mais vitórias no Campeonato do Mundo de Resistência de 2017.

Com dois carros para a totalidade da temporada, as rondas de Spa-Francorchamps e as 24 Horas de Le Mans contarão com uma terceira máquina, sendo que os alinhamentos serão: Mike Conway, Kamui Kobayashi e José María López, no carro#7, Sébastien Buemi, Anthony Davidson e Kazuki Nakajima, no carro #8, e Stéphane Sarrazin, Yuji Kunimoto e Nicolas Lapierre, no carro #9.

A equipa tem como claro objetivo alcançar a primeira vitória em Le Mans após o final dramático em 2016. Como tal, com um esforço combinado dos centros técnicos em Higashi-Fuji e Colónia, evoluiu o TS050 HYBRID, que se apresenta profundamente renovado.

O TS050 HYBRID conta com o motor de 2.4Litros V6 bi-turbo a gasolina de injeção direta combinado com um sistema híbrido 8MJ. Com um esforço suplementar de Higashi-Fuji, no Japão, foi possível introduzir novo motor com superior eficiência térmica através do aumento da taxa de compressão fruto de uma redesenhada câmara de combustão, novo bloco e cabeça do motor.

O sistema híbrido também foi otimizado. As unidades geradoras dos motores elétricos (MGU) foram reduzidas em tamanho e peso enquanto a bateria de iões de lítio de alta potência foi também evoluída. Esses avanços na tecnologia híbrida irão beneficiar diretamente os novos modelos TOYOTA. O conhecimento adquirido pelos engenheiros irá permitir ainda criar automóveis cada vez melhores.

Para completar uma ampla renovação para a nova época, os engenheiros de Colónia na Alemanha otimizaram praticamente todas as áreas do chassi do TS050 HYBRID, trabalhando como uma só equipa com colegas de Higashi-Fuji no Japão.

Os regulamentos do WEC para 2017 visam uma redução na eficiência aerodinâmica, para aumentar o tempo de volta de Le Mans em vários segundos, por razões de segurança. Isto é conseguido levantando o divisor dianteiro em 15mm, bem como reduzindo o difusor traseiro, que é agora mais estreito.

Usando ferramentas como dinâmica de fluidos computacional e túneis de vento, a TOYOTA GAZOO Racing modificou o seu conceito aerodinâmico para enfrentar este novo desafio. Um nariz levantado e flancos mais curtos são as modificações mais notáveis.

scroll up