Tudo pronto para o arranque do Dakar 2018

05 janeiro 2018

Equipas oficiais e muitos protagonistas para a grande aventura do TT mundial, que arranca este sábado em Lima, capital do Peru, estiveram reunidos em ambiente descontraído durante as verificações técnicas e documentais. As estrelas do desporto motorizado foram naturalmente o centro de todas as atenções, mas o treinador português André Villas-Boas, também ele uma estrela do futebol mundial, não escapou às atenções dos muitos jornalistas que vão acompanhar a prova.

Ao volante de uma Toyota oficial, e tendo a seu lado o também muito popular Ruben Faria, Villas-Boas até já foi alvo de conselhos e da habitual simpatia de Nasser Al-Attiyah, o “chefe de fila” da armada Toyota que tem como principais adversários a Peugeot e a Mini. Entre tantos nomes sonantes que desfilaram em Lima, há outro português que também não escapa às atenções. Carlos Sousa regressou às lides, desta feita aos comandos de um Renault Duster, tendo como navegador o francês Pascal Maimon, que já inscreveu o seu nome como vencedor de uma edição do Dakar.

A etapa inaugural da edição de 2018 do Dakar vai ligar Lima a Pisco num total de 272 km, mas com uma especial curta de apenas 31 km, que conta no entanto com um elevado grau de dificuldade. As motos, já com as ausências confirmadas dos portugueses Paulo Gonçalves e Mário Patrão, são as primeiras a começar, com partida para o setor cronometrado pelas 16h00 portuguesas de sábado. Os automóveis vão arrancar para a especial às 19h04, e os SSV, onde Portugal também conta com a presença de Pedro Mello Breyner e Pedro Velosa, irá partir às 20h13.

scroll up