Vettel e a Ferrari vencem corrida louca em Silverstone

08 julho 2018

Um duelo constante entre Ferrari e Mercedes gerou emoções fortes em Silverstone, numa verdadeira corrida de loucos, que acabou por ser favorável a Vettel e à equipa italiana que ainda alcançou o 3º lugar com Kimi Raikkonen. Apesar do excelente trabalho de Vettel e da tática vitoriosa da Ferrari, o campeão em título Lewis Hamilton, foi considerado o piloto do dia neste GP da Grã-Bretanha, devido a uma fabulosa recuperação do último para o 2º lugar final.

O piloto da Mercedes sofreu um toque do Ferrari de Raikkonen no arranque da corrida, caiu para a última posição, mas assinou uma recuperação fantástica, até ao 2º lugar. Raikkonen foi penalizado com 10 segundos por ter causado a colisão com Hamilton, mas mesmo assim subiu ao último lugar do pódio. Vettel que tomou conta do comando da corrida após um arranque prodigioso viria, no entanto, a perder o comando para o Mercedes de Valtteri Bottas quando foi às boxes, recuperando depois a liderança à 47ª volta, para não mais a perder.

De sublinhar o duelo constante entre Ferrari e Mercedes, que se tornou no ponto alto da prova inglesa, demonstrando que o ritmo das marcas dominantes da F1, não tem qualquer tipo de comparação com o resto. Desta vez, até a Red Bull ficou a ver à distância, sem ritmo para Mercedes e Ferrari, com Verstapen e Ricciardo a fazerem o possível para contrariar o domínio das equipas adversárias. Bottas, sem pneus na parte final da corrida, viria a ceder nas seis voltas finais, terminando a corrida na 4ª posição.

O melhor Red Bull em prova foi mesmo o de Daniel Ricciardo no 5º lugar, depois de uma saída de pista de Verstappen que o obrigou a abandonar. Depois das três equipas dominantes, foi o Renault de Nico Hulkenberg a terminar na 6ª posição, à frente do Force India de Esteban Ocon e do McLaren de Fernando Alonso. Após a 10ª ronda do Campeonato do Mundo de F1, Sebastian Vettel reforça a liderança com 171 pontos, mais 8 que Lewis Hamilton que é o 2º classificado, com 163. Na 3ª posição está Kimi Raikkonen com 116, seguido por Daniel Ricciardo com 106 e por Valtteri Bottas com 104. Entre os construtores, a Ferrari também aumentou distancias, estando no comando com 287 pontos, seguida pela Mercedes com 267 e pela Red Bull com 199. A Renault está agiora no 4º lugar com 70 pontos, seguida pela Haas com 51.

scroll up