Vitória de Ricardo Teodósio no Rali de Castelo Branco

01 julho 2018

Foi preciso esperar pelo derradeiro troço do Rali de Castelo Branco para encontrar o vencedor da 6ª prova pontuável para o CPR 2018. Lutas à décima de segundo entre os primeiros quatro classificados levaram até final da prova as dúvidas em relação ao vencedor. José Pedro Fontes ao volante do novo Citroen C3 R5, esteve no comando da prova do CPR até ao penúltimo troço do rali, enquanto Ricardo Teodósio guardou o ataque para as últimas especiais da prova, tendo conseguido o triunfo precisamente no derradeiro troço.

Para além do duelo entre Teodósio e Fontes, também o regressado João Barros e Armindo Araújo, líder do CPR 2018, estiveram envolvidos na luta pela vitória da prova organizada Escuderia Castelo Branco. No final, apenas escassos segundos separaram os quatro primeiros classificados, com Teodósio no lugar mais alto do pódio, José Pedro Fontes em 2º lugar a 5,2 segundos e João Barros no 3º posto a 9,2 segundos do vencedor. Armindo Araújo alcançou o 4º lugar a apenas 0,3 segundos de diferença do lugar mais baixo do pódio, numa das provas mais emotivas do campeonato.

Miguel Barbosa viria a terminar o rali no 5º lugar a 1m31,5 do vencedor, seguido por Pedro Meireles na 6ª posição a 1m52,2 e pelo espanhol Pepe Lopez a 2m58,1. Entre os concorrentes à Peugeot Rally Cup Ibérica, Pedro Antunes foi o grande vencedor, depois de duelo intenso com Diogo Gago, que viria a desistir na última classificativa da prova. O espanhol Roberto Blach conquistou o 2º lugar e Hugo Lopes foi o 3ºclassificado entre os Peugeot 208. Pedro Antunes triunfa também entre os carros de duas rodas motrizes. Armindo Araújo, piloto ACP, é o líder do CPR 2018 com 107,29 pontos, seguido agora por Ricardo Teodósio com 78,88 e por Miguel Barbosa com 78,10 pontos. A próxima prova do calendário é oRali Vinho Madeira, na estrada entre os dias 2 e 4 de agosto.

scroll up