O carro mais importante da Seat está muito competitivo

15 maio 2017

Estar à altura de uma forte concorrência num dos segmentos mais disputados do mercado. É assim que se apresenta a mais recente geração do automóvel mais popular da Seat. Depois dos recentes sucessos com o Ateca e com o novo Leon, esta poderá ser a cereja no topo do bolo para as pretensões do construtor espanhol, que tem no Ibiza uma das suas mais importantes armas.

À primeira vista os traços da nova família Seat são bem evidentes. Semelhanças com o irmão Leon, mas em dimensões mais comedidas, dão a este Ibiza, disponível apenas em carroçaria de cinco portas, um ar distinto e cativante. Apesar de ligeiramente mais curto que a geração anterior, existe mais espaço interior, o que é sinónimo de conforto e uma bagageira de excelente capacidade. Assente na plataforma MOB, este é o primeiro utilitário do grupo a utilizar argumentos que mais tarde irão dar que falar.

Acabamentos de qualidade, com o sempre apetecível nível desportivo FR a incentivar paixões e o refinado Xcellence a ser importado de gamas superiores para dar um toque mais luxuoso, são apenas alguns dos sinais que o Ibiza pretende dar, para que não existam dúvidas que está mais do que pronto para enfrentar uma feroz concorrência.

A tecnologia de vanguarda faz parte da vida do novo Seat Ibiza, com o interior a corresponder àquilo que se espera de um automóvel moderno e conectado com o mundo. No posto de condução o ecrã tátil de maiores dimensões parece querer comandar as atenções dos ocupantes, onde se encontram os mais diversos comandos de sistemas diversificados de segurança ativa e passiva e ajudas à condução, onde se destaca o sistema “Front Assist”.

As linhas exteriores do novo Seat Ibiza parecem querer prolongar as suas dimensões, através de uma estratégia de design que levou cerca de dois anos a ser planeada. Se este Ibiza mais parece um pequeno Léon, apresentando-se no lançamento na configuração exclusiva de cinco portas, isto é também devido a um plano da marca espanhola, que prepara a sempre desejada carrinha ST, com cariz mais familiar e um novo SUV de pequenas dimensões, o Arona para acompanhar as tendências da moda. Se o novo estilo do Ibiza nesta 5ª geração promete prolongar o sucesso do modelo que desde 1984 já vendeu mais de 5 milhões e meio de unidades, é de esperar que o modelo se assuma também como mais um caso de popularidade no muito povoado segmento B.

Em relação a motores, a aposta da Seat passa também por eficácia tanto nas opções a gasolina como a diesel. Os cada vez mais enérgicos blocos de três cilindros a gasolina de 1,0 litros TSI podem proporcionar potências de 95 cv ou 115 cv, enquanto se espera para finais do ano por um mais potente bloco de 1,5 litros TSI de 150 cv, com sistema de desconexão de cilindros. Entre os ainda muito procurados motores diesel, a oferta do novo Seat Ibiza vai para o 1.6 TDI de 80 cv, 95 cv ou 115 cv. As transmissões podem ser manuais de cinco ou seis velocidades, sendo também possível optar pela muito eficaz caixa automática DSG de dupla embraiagem e sete relações.

Está para chegar em junho um automóvel bem-nascido, capaz de surpreender pela harmonia de linhas, abundância de equipamento e qualidade de construção.

scroll up