A linha X da Opel fica completa com o Grandland

28 novembro 2018

Foi necessário esperar pela alteração da regulamentação de portagens para fazer chegar a Portugal o Opel Grandland X, que a partir de 1 de janeiro passa a ser taxado como classe 1, tal como o Mokka X. O topo de gama SUV da Opel fecha a “linha X” da marca, que passa agora a contar com o Crossland, Mokka e Grandland. O apelo visual deste SUV compacto do segmento C assenta em linhas elegantes e dinâmicas, exibindo também um interior requintado e de qualidade, onde se destacam os mais recentes equipamentos de segurança e ajudas à condução.

Mas o Opel Grandland X não vai parar por aqui. Daqui a sensivelmente dois meses vão chegar ao mercado nacional as versões 4x4 com Grip Control (estas taxadas como classe2) e em finais de 2019 são esperadas as versões híbridas PHEV, tanto com tração dianteira, como na opção 4x4. Por altura da Primavera, deverão chegar as versões mais potentes do Grandland X, o 2.0 turbo-diesel de 177 cv e o 1.6 turbo a gasolina com 180 cv.

Para já, o Grandland X está disponível na rede de concessionário Opel a partir da primeira semana de dezembro, com duas motorizações, uma diesel e outra a gasolina. A motorização a gasolina assenta num bloco de três cilindros 1.2 turbo que debita 130 cv de potência. Na opção diesel, também com 130 cv, mas com um motor de quatro cilindros de 1,5 litros, os baixos consumos são considerados de excelência. Em relação a preços, a versão a gasolina arranca nos 29.090€, enquanto o diesel começa nos 32.090€. O Opel Grandland X pode contar com caixa manual de seis velocidades, ou com a nova transmissão automática de oito relações, por mais dois mil euros.

scroll up