Captur renova-se para manter a liderança

03 julho 2019

Pioneiro no mercado dos SUV urbanos, o Captur registou 1,2 milhões de unidades comercializadas desde o lançamento, em 2013, tornando-se rapidamente o best-seller do segmento na Europa.

Num mercado fortemente competitivo, o novo Captur reinventa-se, reforçando o ADN que está na génese do sucesso. Transforma-se com linhas SUV mais modernas, simultaneamente mais atlético e dinâmico. Modulável como sempre, é agora ainda mais habitável, graças a uma revolução interior, que lhe permite mudar de dimensão, tanto no plano tecnológico como qualitativo, com prestações dignas de um modelo do segmento superior.

Esta imagem é realçada por elementos específicos, como as proteções inferiores dos para-choques dianteiro e traseiro, a linha de proteção em preto que percorre as embaladeiras e as cavas das rodas, bem como as barras de tejadilho em alumínio. 

Com tecnologia 100% LED logo no primeiro nível de equipamento, os faróis dianteiros do Captur exibem a já famosa assinatura luminosa em forma de C (C-Shape) que carateriza os modelos Renault. As luzes traseiras assumem, também, a assinatura luminosa em forma de C, o que constitui uma estreia num modelo de série.

Elemento importante do programa de personalização do Captur, o tejadilho pode ser escolhido na cor da carroçaria ou numa das quatro cores propostas: Preto Estrela, Laranja Atacama, Cinzento Highland e Branco Alabastro. Também pode ser equipado com barras de tejadilho longitudinais, ou teto de abrir semi-panorâmico vidrado.

Elemento-chave do «Smart Cockpit», o ecrã multimédia de 9,3 polegadas (duas vezes maior do que a versão de 7 polegadas) propõe a maior diagonal de afixação do segmento.

Mas o novo Captur progride também na dimensão tecnológica, já que responde aos três pilares da mobilidade do futuro, tal como é apresentada no plano estratégico da marca: 

- Elétrico: até 2022, a Renault contará na sua gama com 12 modelos eletrificados. O novo Captur será o primeiro modelo a beneficiar de uma motorização híbrida recarregável E-TECH Plug-in, resultante de uma tecnologia desenvolvida pela marca.

- Conectado: até 2022, 100% dos veículos comercializados nos mercados-chave serão conectados. O novo Captur ilustra perfeitamente esta dinâmica, com o novo sistema multimédia conectado e o ecossistema Renault EASY CONNECT.

- Autónomo: até 2022, o Grupo Renault irá comercializar 15 modelos dotados de tecnologias de condução autónoma. O novo  Captur será um dos pioneiros, a par do novo Clio, na introdução das tecnologias de assistência que conduzirão à condução autónoma e que serão generalizadas em modelos do segmento B.

scroll up