Novo C3 dá mote para futuro de mudança na Citroën

29 outubro 2016

Acompanhar as tendências do mercado, promovendo um novo design e essencialmente uma nova forma de encarar o automóvel. É assim que a Citroen pretende mostrar o que será o futuro da marca, dando uma fantástica dinâmica e uma nova filosofia de vida a um modelo que é o mais vendido da Citroen. Os nítidos sinais de mudança pretendem não só acompanhar as novas exigências de um mercado que está nitidamente diferente, mas também mostrar o novo esboço dos futuros modelos. Toda esta intenção está fortemente ligada à tecnologia criativa que sempre marcou a Citroen através dos tempos.

O substituto de um “best-seller” não podia deixar de ser um automóvel cativante, que encarne da melhor forma a evolução da marca. Posicionado no coração do mercado, este importante lançamento no segmento B mostra também aquilo que a Citroen pretende vir a fazer em todos os segmentos do mercado, provando que é uma marca próxima das pessoas e inspirada por quem conduz os seus carros. Esta 3ª geração do C3 continua a sublinhar os conhecidos dotes de conforto Citroen, destacando-se um inegável handling e uma agilidade notável. Melhor em termos de espaço interior, mas sem ser excelente, o novo C3 oferece contudo uma atmosfera apetecível e uma bagageira com 300 litros de capacidade.

O carro que tira fotos enquanto anda

Design, personalização, conforto e tecnologia são as bases de evolução do novo carro da Citroen. Uma referência para o segmento B em termos de tecnologias, sendo a novidade das novidades, uma câmara que tira fotos e faz vídeos, enquanto o carro anda. Este dispositivo, “ConnectedCam”, é utilizado para os momentos de lazer de qualquer viagem, mas está também preparado para atuar como prova de um possível acidente, gravando imagens antes e depois de qualquer ocorrência. Tecnologias de ponta e uma conectividade assinalável transformam o Citroen C3 numa pequena montra de avançados sistemas colocados ao serviço do conforto, da segurança e da ligação dos passageiros ao mundo, sendo possível a partir daqui perceber o que está para surgir na Citroen em modelos de segmentos superiores.

Para Portugal, o lançamento da 3ª geração do Citroen C3 irá acontecer no dia 17 de novembro. Um motor de três cilindros a gasolina garante três potências diferentes, com 68, 82 e 110 cavalos. No lançamento que decorreu num traçado misto em Barcelona, foi possível testemunhar a eficiência do C3 com 82 e 110 cavalos, onde o conforto de rolamento e agilidade foram agradáveis surpresas. Embora os responsáveis pela marca apontem para 65% de propulsores a gasolina, há que pensar nos partidários do diesel e nas empresas. Por isso, o Citroen C3 oferece o conhecido motor a gasóleo 1.6 BlueHDI com potências de 75 e 100 cavalos e uma eficiência de consumos assinalável. Em relação a preços, tudo começa nos 12.650€ para a versão a gasolina de 68 cv, enquanto o intermédio motor a gasolina com 82 cv estará disponível a parir de 14.350€. O de maior performance 1.2 PureTech de 110 cv arranca nos 16.850€. Quanto aos diesel, o 1.6 BlueHDI de 75 cv vai estar disponível a partir de 17.050€ e o de 100 cv a começar nos 18.850€.

O C3 inicia a renovação da Citroen, o modelo de passageiros mais importante para a marca. Bem apoiado no fator desportivo, com o novo C3 WRC a mostrar-se como um caso sério em 2017 no Campeonato do Mundo de Ralis, é de esperar que este refrescar de imagem de marca obtenha rapidamente os seus frutos.

scroll up