Phantom VIII traz mais um luxo: o silêncio

01 agosto 2017

A oitava geração do Rolls-Royce Phantom foi apresentada no passado fim-de-semana em Londres ao mesmo tempo que se inaugurava a exposição "The Great Eight Phantoms", com exemplares icónicos das sete séries anteriores de Phantoms.

Descrito pela marca como “a nova e contemporânea interpretação do ADN do Rolls-Royce Phantom”, este modelo, que continua a ser o preferido por muitos chefes de Estado, é considerado o automóvel mais silencioso do mundo e com a tecnologia mais avançada de sempre da marca.

Mantendo o estilo e o status dos Phantom, este modelo, que tem um visual mais inspirado na fluidez de um iate, apresenta-se com uma nova carroçaria de alumínio 30% mais rígida do que a geração anterior e ganhou novos conjuntos de suspensão pneumática para uma marcha mais suave.

O novo Rolls-Royce Phantom vem equipado com motor V12 de 563 cv, além de uma transmissão automática ZF de oito velocidades. A aceleração dos 0 aos 100 km/h faz-se em 5,3 segundos com a velocidade máxima a situar-se nos 250 km/h.

O habitáculo, mais espaçoso, continua sumptuoso graças à elevada qualidade dos materiais empregues com a novidade de oferecer uma acústica mais silenciosa proporcionando aos ocupantes total conforto durante as viagens.

Não é por acaso que, ao contrário da maioria dos automóveis, os Rolls-Royce são feitos para os seus clientes passarem mais tempo na parte detrás do carro. Neste aspeto, a marca criou um ambiente interior em que mistura luxo e isolamento, o chamado “tapete mágico”.

A Rolls-Royce deverá iniciar as entregas aos clientes do Phantom VIII no início de 2018, sendo que no Reino Unido o modelo mais barato rondará os 450 mil euros pelo menos, sem contar com impostos.

scroll up