Projeto Drive Me da Volvo Cars está na estrada

12 dezembro 2017

As duas primeiras famílias que integram o Projeto Drive Me já receberam os Volvo XC90 que vão utilizar nas estradas de Gotemburgo e assim começarem a fornecer os primeiros dados para análise por parte dos engenheiros da marca sueca.

Estes Volvo XC90 estão equipados com a tecnologia de assistência à condução mais recente e um conjunto de câmaras e sensores que vão monitorizar o seu comportamento e fornecer ao automóvel toda a informação proveniente do exterior.

Durante as primeiras etapas, os condutores podem manter as mãos no volante e supervisionar a condução a todo o momento. Mas ao longo do tempo vão ser introduzidas tecnologias de assistência à condução mais desenvolvidas a todos os participantes que recebem também formação especial.

Nessa altura, os veículos mais avançados serão inicialmente testados em ambientes controlados sobre a supervisão de segurança da Volvo ou seja, nenhuma tecnologia será introduzida no mercado se a segurança não estiver salvaguardada.

Isto significa que a Volvo Cars vai continuar a desenvolver a tecnologia de condução autónoma com o mesmo cuidado e rigor com que, ao longo das décadas, tem vindo a contribuir para a o desenvolvimento da segurança automóvel.

A estas duas famílias (Hains e Simonovskis), irão seguir-se mais três no início de 2018 e, durante os próximos quatro anos, cerca de 100 pessoas serão envolvidas neste Projeto. A Volvo Cars espera comercializar um automóvel completamente autónomo a partir de 2021 sendo que, os dados fornecidos através do Projeto Drive Me, vão desempenhar um papel fundamental no desenvolvimento desta tecnologia.

Recorde-se que o Projeto Drive Me é um programa com o objetivo de testar a utilização de veículos equipados com a tecnologia de condução autónoma em condições reais. Composto por diversos participantes, desde empresas públicas a privadas, passando por entidades académicas, talvez seja o programa atualmente existente mais avançado e ambicioso de utilização de veículos equipados com a tecnologia de condução autónoma.

scroll up