Segunda ronda do Euro NCAP com bons resultados

10 abril 2019

A segunda ronda de testes do Euro NCAP mostra bons resultados em mais duas propostas do segmento SUV, que no caso do C5 Aircross melhoram caso o consumidor escolher um pacote de segurança opcional reforçado. Já o Evoque da Range Rover, agora na sua segunda geração, melhorou muito face aos testes de 2011. 

O C5 Aircross é o mais novo membro da família de SUV Aircross da Citroën, com este crossover compacto a substituir o C4 Aircross, cuja produção  foi interrompida em 2017. O C5 Aircross inclui de série a maioria dos equipamentos de segurança, incluindo uma câmera dianteira para melhorar as ajudas à condução. Nos testes de segurança Euro NCAP alcançou 4 estrelas.

Mas esta classificação sobre para 5 estrelas ao optar pelo Safety + Pack, que adiciona um sensor de radar à câmara para melhorar o desempenho do Travão Automático de Emergência para todas as situações (urbano, autoestrada e deteção de peões), assim como disponibiliza também a detecção de ciclistas. Este pacote opcaional de segurançaSafety + recomendado está disponível em todos os mercados e em todas as variantes.

O novo Range Rover Evoque, já na segunda geração, foi revelado no ano passado. E, mesmo que este popular SUV de luxo seja muito  semelhante ao da primeira geração, que foi testado pelo Euro NCAP em 2011, revela-se totalmente novo, sobretudo em termos de segurança. Os progressos realizados no domínio da protecção dos utilizadores de estrada mais vulneráveis, com a adopção de um capot activo e do Travão de Emergência Automático para peões e ciclistas, são dignos de nota e significativos para esta categoria de veículos. Combinado com um desempenho igualmente sólido noutras áreas, o Evoque ganha cinco estrelas nos mais recentes testes de segurança do Euro NCAP.

O Secretário Geral do Euro NCAP, Michiel van Ratingen, explicou que “estes resultados mostram que os fabricantes de automóveis ainda estão muito interessados em alcançar as mais altas classificações de segurança. É especialmente encorajador ver a implementação e a melhoria contínuas de tecnologias avançadas, como o Travão de Emergência Automático e a Assistência de Faixa de Rodagem. É uma boa notícia que algumas das tecnologias básicas de assistência ao condutor finalmente serão obrigatórias a partir de 2022, mas felizmente a maioria dos fabricantes de automóveis já estão muito adiantados”.

scroll up