Toyota Auris e Prius vão ser chamados às oficinas

09 outubro 2018

Depois de ter encontrado um problema de software em unidades do Auris e Prius, fabricados entre outubro de 2008 e 2014, fazendo com que os carros percam potência e parem, a Toyota chamou às suas oficinas 2,4 milhões de unidades em todo o mundo. Existem 290.000 híbridos afetados na Europa, dos quais 1.598 em Portugal.

De acordo com a marca, esta falha impossibilita “em raras situações” os veículos de entrarem em modo ‘Safe’ caso exista alguma falha na tecnologia híbrid, fazendo com que os carros percam potência ou mesmo fiquem parados, embora não sejam desligados sistemas essenciais como a direção assistida, travões e luzes.

Embora não exista registo de acidentes devido a este problema, a marca afirma que pode existir um aumento do risco de colisão, pela desaceleração inesperada a velocidades mais elevadas. A resolução deste problema que levou ao recall de 2,4 milhões de híbridos Toyota passa por uma atualização de software (reprogramação da centralina), que demora cerca de 40 minutos a ser realizada nas instalações da marca.

É no Japão onde se encontra o maior número de carros afetados (1,25 milhões), seguindo-se 830.000 automóveis nos Estados Unidos e 290.000 na Europa, com Portugal a registar 1.598 unidades a precisarem de passar pelas oficinas da marca, dos quais 821 são Auris Hybrid (da primeira e segunda geração deste modelo), 730 Toyota Prius e mais 47 Prius+ da terceira geração.

Nos próximos dias, a Toyota Caetano Portugal vai contactar diretamente os proprietários destes carros para se deslocarem à Rede Oficial de Concessionários Toyota. A verificação e intervenção (reprogramação eletrónica) nas viaturas não vai ter custos para os clientes.

scroll up