‘Grid Girls’ podem estar de regresso à Fórmula 1

09 abril 2018

Afinal as ‘grid girls’ podem regressar a algumas provas do Mundial de Fórmula 1. Depois da recente decisão da Liberty Media, proprietária da Fórmula 1 desde 2016, de dispensar estas presenças femininas nas competições por considerar “uma prática que não está de acordo com as normas sociais atuais”, substituindo-as por crianças - os ‘Grid Kids’ - alguns organizadores dos grandes prémios pensam o contrário e querem as raparigas de volta às grelhas de partida na temporada de 2018, como no caso do Mónaco com data marcada para 27 de maio.

De acordo com os responsáveis pela prova monegasca, considerada uma das mais importantes do campeonato do mundo de Fórmula 1, a presença das “grid girls” acrescenta mais valor e espetáculo a um evento que mais atenções concentra fora de pista.

Opinião também partilhada pelos organizadores das corridas de Singapura e Rússia para abrilhantar os seus eventos, tendo já pedido a respetiva autorização à Liberty Media. Para Sergey Vorobyev, organizador do GP da Rússia, a ausência das ‘grid girls’ à partida da prova “será uma pena para o evento e para as imagens televisivas”, acrescentando ainda não ser contra a ideia das crianças na grelha de partida, mas que “para a audiência tem sido um tema quente e é um problema para os nossos patrocinadores”.

scroll up