Abt estreia-se finalmente a vencer

03 março 2018

Após treinos e qualificações bem-sucedidas para a Mahindra Racing, a corrida do México City E-Prix foi um desastre para a formação indiana e festa absoluta para a Audi Abt Shaeffler, que viu Daniel Abt rodar para o primeiro triunfo.

Com o seu colega de equipa e Campeão em título Lucas di Grassi a partir do final da grelha após penalização de 10 posições, o piloto da Abt Schaeffle deu início ao ataque para chegar à 15ª posição ao cabo de 16 voltas.

De início as coisas até pareciam estar a correr bem para Felix Rosenqvist, da Mahindra Racing, mas tudo acabou à 15ª volta, altura em que ficou parado em pista devido a problemas técnicos que o atiraram para o final do pelotão. O sueco ainda conseguiu voltar a rodar, mas voltou a ter problemas técnicos que o obrigaram a uma troca antecipada de carro na esperança de recuperar terreno, mas já era tarde.

Já Daniel Abt fez uma excelente paragem nas boxes para roubar a liderança a Turvey na segunda metade da corrida. Com Turvey em segundo e Vergne logo atrás, mas o primeiro conseguiu manter o líder do Campeonato atrás de si, com Buemi a tirar depois partido do FanBoost para ascender ao terceiro posto.

À 28ª passagem pela meta Nick Heidfeld teve a mesma sorte do colega de equipa, parando em pista antes de desistir nas boxes com o que aparenta ter sido também um problema técnico.

Na 31ª volta di Gracia e José Maria Lopez tocaram-se, com o brasileiro a fazer pião no final da reta da meta. Di Gracia deu depois continuidade ao ataque e fez uso do FanBoost na volta 37 para passar Jerome d’Ambrosio e ascender ao 12º posto. Um salto fantástico quando se tem em conta que partiu do final da grelha.

A nove voltas do final Daniel Abt manteve a liderança com Turvey a conseguir segurar o segundo lugar e Buemi o terceiro. Já o português António Félix da Costa voltou a pontuar ao terminar no sétimo lugar depois de ter assinado a segunda melhor marca na qualificação.

scroll up