Al-Attiyah regressou às vitórias

18 janeiro 2018

Nasser Al-Attiyah garantiu hoje a 12ª vitória da carreira no Dakar, a terceira nesta edição de 2018, mas apesar dos 18 minutos ganhos para Carlos Sainz, a verdade é que o atraso do piloto da Toyota é já muito significativo. De tal forma que só uma desistência do espanhol lhe permitirá almejar mais que o terceiro lugar da geral que ocupa neste momento.

Quem também ganhou tempo ao espanhol da Peugeot foi o seu colega de equipa Stéphane Peterhansel. O “Senhor Dakar” foi um dos quatro líderes da especial de hoje, mas acabou por ceder pouco mais de dois minutos para Al-Attiyah. Em contrapartida, ganhou 16 para Sainz, mas, tal como o rival da Toyota, só um desaire de Sainz poderá dar ao gaulês a 14ª vitória da carreira na prova.

A fechar o pódio nesta penúltima especial ficou Giniel de Villiers. O sul-africano contribuiu para o dia positivo da Toyota ao terminar a 4m33s do colega de equipa.

Atrás dele ficaram os outros dois líderes do dia. Orlando Terranova, o primeiro líder, ficou-se pelo quarto tempo. O argentino, que já está a correr com o Mini em casa, precisou de quase mais seis minutos que o vencedor para concluir a especial. Em quinto ficou Berhard tem Brinke. O holandês da Toyota passou pela primeira posição a meio da etapa, mas depois acabou por perder terreno para terminar a 7m53s da frente.

Em termos de geral, nada de novo. Sainz lidera com uns confortáveis 44m41s de vantagem sobre Peterhansel, o que significa que para garantir a segunda vitória absoluta na prova necessita apenas de controlar até final. No pódio provisório está Al-Atthiah, a 1m05m55s. O quarto lugar é de Brinke (+1h17m21s) e de Villiers fecha o Top 5 (+1h26m31s).

scroll up