Alfa Romeo Sauber F1 Team revelou o C37

21 fevereiro 2018

A Alfa Romeo Sauber F1 Team deu a conhecer o novo C37, o monolugar com que vai alinhar no Campeonato do Mundo de Fórmula 1 de 2018. Diferente do C36 do ano passado, o novo chassis da Sauber vai não só ao encontro dos novos regulamentos técnicos da categoria rainha do automobilismo, como também abraça por completo a nova abordagem técnica da equipa.

O regresso da Alfa Romeo à Fórmula 1 tem lugar 30 anos depois da última corrida em que a marca italiana fez parte da grelha e acaba por representar a união de forças de dois nomes com grande história na competição. A Sauber, criada por Peter Sauber nos finais da década de 60, entrou para a F1 em 1993, enquanto a Alfa Romeo foi uma das marcas na origem da categoria rainha do automobilismo em 1950, isto depois de mais de um quarto de século de sucessos em outras competições.

"O nosso objetivo para 2018 é claro: temos de recuperar terreno e continuar a melhorar a nossa prestação ao longo da época," afirma Frédéric Vasseur, o patrão da formação. Para tal, a formação vai contar com motores Ferrari. Não sendo uma novidade para a Sauber, o facto da Alfa Romeo pertencer ao Grupo Fiat Chrysler, do qual também faz parte a marca do Cavalino Rampante, significa que a formação vai agora poder contar com propulsores bem mais semelhantes aos que são usados pela Scuderia Ferrari.

Resta agora esperar por 25 de março para vermos, pela primeira vez em 30 anos, a Alfa Romeo na grelha de uma corrida de Fórmula 1, em Melbourne, na Austrália. Contudo, antes disso, nos testes oficiais de Barcelona, a realizar de 26 de fevereiro a 1 de março, já vai ser possível ver os dois C37 em pista, assim como Marcus Ericsson, que vai para a quarta época na F1, e o estreante Charles Leclerc.

scroll up