Andreas Mikkelsen está imparável na Austrália

17 novembro 2017

Com os títulos já atribuídos o Rali da Austrália encerra a temporada de 2017 sem grandes pressões e táticas definidas. Andreas Mikkelsen assumiu muito cedo o seu desejo de triunfo no derradeiro rali de 2017, vencendo de assentada os 4 primeiros troços, deixando bem vincada uma substancial diferença para os seus mais diretos opositores, que já é superior a 20 segundos. Com a Hyundai a ter uma entrada devastadora, Thierry Neuville ainda tentou contrariar o ritmo de Mikkelsen, vencendo duas especiais, mas com o seu colega de equipa a responder à letra e a controlar os acontecimentos.

Surpreendido, mas também bastante rápido, Kris Meeke está na luta com o Citroen C3 WRC, ocupando a 3ª posição a 20,8 segundos de Mikkelsen e a apenas sete décimas de segundo de Neuville, fazendo antever um duelo entre Hyundai e Citroen para o 2º dia de prova. Separados por poucos segundos estão mais quatro pilotos, com o Toyota Yaris WRC de Jari-Matti Latvala a ocupar a 4ª posição a 29,9 segundos do líder, mas com o Citroen de Craig Breen no 5º lugar a apenas nove décimas de segundo. Ott Tanak venceu uma das passagens pela Super Especial que encerrou o dia, estando agora no 6º posto a 33,0 segundos de Mikkelsen, a tentar controlar Hayden Paddon, o piloto da Hyundai que melhor conhece as especiais australianas e que está no 7º lugar a 38,2 da liderança.

Sem qualquer tipo de pressões, o campeão do mundo Sébastien Ogier está a tomar o pulso à prova e, apesar de ter sido surpreendido pelo ritmo da Hyundai, coloca o seu Ford Fiesta WRC no 8º lugar a 47,9 de Mikkelsen, deixando o Citroen de Stéphane Lefebvre no 9º posto a 57,3 segundos do comandante e o Ford de Elfyn Evans a encerrar os dez primeiros classificados, já a 1m13,8 da liderança. Na categoria WRC2 o comando pertence a Kalle Rovanpera num Ford Fiesta R5, que ocupa o 12º lugar da geral e conta já com quase cinco minutos de vantagem para o seu mais direto opositor. Com uma diferença horária de 11 horas em relação a Portugal, o 2º dia do Rali da Austrália conta com mais oito troços cronometrados, com Mikkelsen e a Hyundai a controlarem os acontecimentos, mas com uma previsível pressão por parte dos pilotos da Citroen.

scroll up