Hamilton bate Vettel na Hungria

29 julho 2018

O Mercedes tinha dado a entender, no sábado, que seria um carro complicado de pilotar, com Lewis Hamilton e Valtteri Bottas a fazerem piões na Curva 6 ainda na terceira sessão de Livres. Mas no domingo o tetra Campeão do Mundo mostrou que tinha o seu monolugar exatamente como queria ao controlar a corrida para aumentar a vantagem no Campeonato sobre Sebastian Vettel para 25 pontos após mais uma vitória.

A seis voltas do final chegou mesmo a ficar a ideia que se estaria perante mais uma dobradinha da marca da estrela. Mas Vettel usou o DRS para passar Bottas na Curva 1. Quando finlandês tentou responder na Curva 2, acabou por bloquear os travões e dar um toque em Vettel. O alemão continuou, levando com ele o colega de equipa Kimi Raikkonen enquanto Bottas caia para quarto com a asa frontal danificada.

Três voltas mais tarde Bottas bateu no Red Bull de Daniel Ricciardo quando o australiano o tentava passar na Curva 1, o que fez com que o final da corrida do finlandês fosse muito atribulada. Ainda assim, Bottas cruzou a meta em quinto, se bem que os comissários desportivos vão ainda examinar o incidente com Ricciardo que, por seu lado, deverá ter ficado muito contente por ter terminado em quarto depois de ter largado da 12ª posição.

Pierre Gasly fez uma grande prova com o Toro Rosso para terminar em sexto, com confortável vantagem sobre Kevin Magnussen, da Hass. Fernando Alonso (McLaren), Carlos Sainz (Renault) e Romain Grosjean (Haas) foram os restantes nomes do Top 10.

scroll up