Hamilton dominou em França e regressa à liderança da F1

24 junho 2018

Lewis Hamilton conquistou a Pole e dominou toda a corrida, só cedendo o comando a Raikkonen durante duas voltas, quando teve de ir à boxe. De resto foi tudo controlado pelo campeão do mundo de F1, que assim regressa ao comando nesta temporada de 2018, agora com 14 pontos de vantagem para Vettel, que logo no arranque da corrida se envolveu num acidente com Bottas, com os dois pilotos a serem lesados e Vettel a ser penalizado em 5 segundos.

E se Hamilton teve a tarefa algo facilitada pelo incidente entre o Ferrari de Vettel e o Mercedes de Bottas, que tiveram de fazer uma corrida de trás para a frente, o piloto britânico não ficou isento de pressões, devido ao excelente comportamento dos Red Bull de Max Verstappen e Daniel Ricciardo que, até à dança da troca de pneus, estiveram instalados na segunda e terceira posições.

Depois, foi a vez de Raikkonen se mostrar, numa altura em que o finlandês sabe que não irá ficar na Ferrari. O piloto saltou para o 2º lugar, chegando mesmo a passar pelo comando durante duas voltas, quando Hamilton teve de ir às boxes. Para compensar a falta de Vettel, que teve de recuperar até ao 5º posto, foi Raikkonen que manteve intenso o duelo com os Red Bull de Verstappen e Ricciardo, conseguindo o 3º lugar final, “espremido” entre os Red Bull de Verstappen, que foi o 2º classificado e o de Ricciardo que viria a terminar no 4º lugar, à frente do Ferrari de Vettel, que assim perde o comando do campeonato, talvez devido ao erro no inicio da corrida.

Mas para além da luta entre as três principais equipas, onde só faltou Valteri Bottas que viria a terminar no 7º lugar, foi interessante seguir as evoluções do Haas de Kevin Magnusson que terminou na 6ª posição e essencialmente dos Renault de Carlos Sainz Jr. e de Hulkenberg, com a marca francesa a terminar o seu GP com Sainz no 8º lugar e Hulkenberg na 9ª posição, depois do piloto espanhol ter chegado a rolar em posições de grande destaque. O 10º classificado acabou por ser o Sauber de Charles Leclerc, a quem chamam já o piloto do futuro, com lugar garantido na Ferrari para a próxima época.

Depois do GP de França, Hamilton comanda com 145 pontos, Vettel é 2º com 131 e Ricciardo o 3º classificado com 96 pontos, com Bottas muito perto na 4ª posição com 92 pontos. Kimi Raikkonen é agora o 5º classificado com 83 pontos. O próximo GP de F1 está marcado para 1 de julho na Áustria.

scroll up