Márquez Campeão em vitória de Pedrosa

12 novembro 2017

Marc Márquez (Repsol Honda Team) não precisava de ganhar para se sagrar Campeão do Mundo de MotoGP pela quarta vez... Nem precisava de terminar a corrida, dependendo do resultado conseguido pelo rival italiano Andrea Dovizioso (Ducati).

Mas a estrela espanhola da categoria rainha não dispensou juntar mais um pódio, o 12º da época, ao terminar na terceira posição para fechar mais uma brilhante conquista de título num ano marcado por recordes, drama, quedas e muita tensão.

Márquez ainda apanhou um susto pelo caminho na Curva 1 que por pouco não o impedia da conquista do ceptro, mas, e como é usual em si, logrou recuperar, refez a mão e rodou para o terceiro posto final, atrás de Johan Zarco, que levou a Yamaha da Monster Yamaha Tech 3 ao intermédio do pódio, e do colega de equipa Dani Pedrosa, cuja vitória acabou por ficar na sombra.

Para esquecer foi o dia de Dovizioso. O italiano da Ducati levou a luta pelo título até ao fim, dando à marca transalpina a esperança de recuperar o ceptro que foi seu aquando da passagem de Casey Stoner pela equipa. Mas tal não estava escrito. A cinco voltas do final, e quando rodava em quarto, o italiano sofreu uma saída de pista, mas, e ao contrário do espanhol, não conseguiu recuperar e acabou por desistir. Ainda assim, e como mera consolação, para garantir o título Dovi tinha de vencer e Márquez não podia somar mais que quatro pontos, o que era desde logo algo de muito difícil de acontecer.

Completamente fora da luta posições de topo no Campeonato, Alex Rins garantiu o melhor resultado do ano ao terminar em quarto, à frente de Valentino Rossi, que acabou por se ver batido por Pedrosa no Campeonato por dois meros pontos e terminou na quinta posição.

Andrea Iannone, Jack Miller, Cal Crutchlow, Michele Pirro e Tito Rabat completaram a lista dos dez primeiros.

scroll up