Neuville marca ritmo na neve sueca

16 fevereiro 2018

A neve está a fazer das suas no Rally da Suécia, segunda prova do Campeonato do Mundo de Ralis, com os pilotos a debaterem-se com muitas dificuldades para levarem a bom porto os seus intentos, principalmente os que têm de abrir a estrada, como são os casos de Sébastien Ogier (Ford) e Ott Tänak.

O Campeão do Mundo tem apresentado resultados que não lhe são nada usuais. Só por uma duas vezes registou tempos nos dez primeiros desde o arranque da prova e terminou o primeira dia completo de competição em 12º a uns muito distantes 2:48,8s da frente depois de problemas em todas as especiais.

Tanak, que se estreou de forma muito positiva na Toyota com o segundo lugar em Monte Carlo, está melhor, mas não muito. É certo que levou de vencida as duas primeiras classificativas suecas, mas depois caiu forte na geral para chegar ao final do dia de hoje em nono, a 1:29,0s da frente.

Bem melhor está Thierry Neuville. O belga da Hyundai está, apesar de resultados que oscilam entre o primeiro e sexto ao longo da etapa, a dar-se muito bem com a neve sueca e lidera o rali. Contudo, a vantagem é muito escassa e não dá a mínima hipótese de pensar em controlar. É que colado a si, a 4,9 segundos de distância, está Andreas Mikkelsen. O colega de equipa de Neuville está a tirar bom partido do fator casa - hoje já rodou em troços noruegueses - e não está a dar descanso ao belga.

A fechar o pódio provisório, por agora totalmente dominado pelos i20 WRC, está Hayden Paddon. O neozelandês foi, dos três, o que apresentou um início mais modesto e o que se mostrou mais irregular ao longo do dia, mas na última especial assinou o melhor tempo e, com isso, saltou diretamente da quinta posição para a terceira, a 12,1s do chefe de fila.

Atrás, e apenas mais 0,5 segundos, está Craig Breen (Citroën), com o colega de equipa e outro dos pilotos da casa, Mads Østberg, a mais seis décimos de segundos. Margens curtíssimas que deixam antever emoções muito fortes ao longo do dia de amanhã na luta pelas melhores posições.

Já a quase 30 segundos do primeiro surge Teemu Suninen (Ford), com a armada da Toyota, um pouco mais longe, a ser liderada por Esapekka Lappi, seguido de Jari-Matti Latvala e Tanak. A fechar o Top 10 Kris Meeke (Citroën), que também não está a ter um rali fácil.

scroll up