Oliveira 4º em Sachsenring

15 julho 2018

Miguel Oliveira voltou a partir para mais um Grande Prémio, desta feita o da Alemanha, com a tarefa extra de recuperar muitas posições depois de uma qualificação menos positiva em que não conseguiu levar a Red Bull KTM Ajo além da 15ª posição da grelha.

Contudo, e como é seu hábito, não se deixou desmoralizar por isso e entrou na corrida ao ataque para ganhar logo três posições na primeira volta e outras tantas na seguinte. Mantendo um bom andamento, o jovem de Almada prosseguiu rumo à frente da corrida e à quinta volta estava já em sexto.

Miguel Oliveira manteve a posição durante várias voltas no que foi uma prova bem disputada e pouco antes do meio da corrida voltou a aumentar o andamento para entrar nos cinco primeiros. Não satisfeito, o português subiu depois a quarto aquando da 18ª passagem pela linha de meta e, sem nunca desistir, foi em busca de mais um pódio, o quarto da época, mas tal acabou por não ser possível. Já longe dos três primeiros, Miguel Oliveira teve de se contentar com o quarto posto da geral, atrás do vencedor e colega de equipa Brad Binder, Joan Mir e Luca Marini.

Ainda assim, o resultado foi bastante positivo para o jovem luso que, com o 12º lugar de Francesco Bagnaia (que partiu de terceiro da grelha), recuperou nove pontos na classificação geral do Campeonato do Mundo de Moto2 e totaliza agora 141 pontos, menos sete que os 148 do rival italiano e mais 28 que o espanhol Alex Márquez, terceiro da geral.

scroll up