Ordens de equipa dão vitória a Hamilton

30 setembro 2018

Bottas tem boas recordações de Sochi, onde se estreou a vencer em Grandes Prémios no ano passado, mas o piloto da Mercedes teve de acatar as ordens de equipa, mesmo depois de ter assinado soberba pole position no sábado.

O piloto estava em busca da primeira vitória da época, mas foi instado pela equipa a ceder a posição do colega de equipa Hamilton para este conseguir aumentar ainda mais a vantagem na frente da luta pelo título. E o pedido surgiu mesmo ainda antes de metade da corrida estar completa.

O finlandês acedeu sem contestações, sacrificando a glória pessoal a favor de um resultado que, não seu manteve a invencibilidade da Mercedes em Sochi, como também permitiu a Hamilton aumentar a vantagem sobre Sebastian Vettel no Campeonato para uns impressionantes 50 pontos depois deste ter cruzado a linha de meta em terceiro.

Hamilton, que perdeu terreno nas boxes e se viu forçado a passar Vettel em pista a caminho daquela que acabou por ser a sua terceira vitória em Sochi, elogiou depois o cavalheirismo de Bottas, tal como também o patrão da Mercedes, Toto Wolff,o fez.

Atrás dos três primeiros terminou Max Verstappen – que celebrou hoje o seu 21º aniversário. O piloto recuperou de 19º da grelha para quinto em apenas oito voltas e chegou mesmo a liderar a prova aquando das idas às boxes, mas viu-se depois relegado para quinto, atrás do segundo Ferrari de Kimi Raikkonen, mas à frente do colega de equipa na Red Bull, Daniel Ricciardo.

Charles Lecrec (Sauber), Kevin Magnussen (Haas) e a dupla da Force India, Esteban Ocon e Sergio Perez, completaram o Top 10.

scroll up