Paddon de fora na Finlândia

29 julho 2019

Sem lugar no Campeonato do Mundo de Ralis desde que a Hyundai Motorsport anunciou a entrada de Sébastien Loeb para a equipa no início da época, e depois de uma temporada de 2018 a meio gás e de altos e baixos, Haydon Paddon preparava-se para fazer o regresso ao Campeonato do Mundo de Ralis com a M-Sport, formação com que se estreou no WRC em 2013.

Contudo, o jovem kiwi não teve sorte, já que uma pedra colocada a meio do percurso elegido para o teste desta segunda-feira com vista ao Rally da Finlândia acabou por ditar o abandono ainda antes da partida da prova.

“Havia uma pedra na primeira passagem que foi retirada. Ele inverteu a marcha e voltou a fazer o mesmo percurso apenas para constatar essa mesma pedra no meio de uma direita cega que se faz em sexta a fundo,” explicou o Diretor de Equipa Rich Millener ao WRC.com após o incidente.

“Eles foram apenas passageiros dentro do carro. Não havia nada que pudessem ter feito. Não se pode entrar em todas as curvas a levantar o pé para o caso de haver uma pedra,” continuou.

Apesar de terem saído ilesos do incidente, Paddon e o navegador John Kennard não vão poder alinhar no Rally da Finlândia. “A primeira reação do Malcolm (Wilson, patrão da M-Sport) foi encontrar uma forma dele participar no rali, mas não é possível. O carro tem de ser refeito de raiz e não há forma de trazer outro para cá a tempo do rali. É o que acontece quando se testa com o carro de prova,” rematou Millener.

Um desfecho duro para Paddon, que já se tinha mostrado muito agradado com o Fiesta WRC, mas também para a própria equipa que não vai poder contar com Elfyn Evans, que se lesionou nas costas num acidente sofrido no Rally da Estónia, no início deste mês. O galês vai ser substituído por Gus Greensmith, que se estreou na categoria principal do WRC no Vodafone Rally de Portugal.

Fotos: YLIVAA Media

scroll up