Sébastien Ogier vence em Gales apesar do esforço da Toyota

07 outubro 2018

A sorte faz parte da vida dos campeões. Que o diga Sébastien Ogier que, apesar de ter feito um excelente Rali da Grã-Bretanha, beneficiou dos erros e azares de Neuville, e principalmente de Tanak, que parecia ter a prova controlada. O campeão do mundo, que na próxima época estará na Citroen, obteve a sua 44ª vitória em provas do WRC, ultrapassando com este triunfo Ott Tanak nas contas do mundial, estando agora apenas a 7 pontos do líder Thierry Neuville.

Mas para além da sorte, Ogier mostrou porque é ainda o piloto do momento, resistindo aos ataques constantes dos Toyota de Latvala e Lappi, que tudo fizeram para minimizar a falta de pontos de Tanak que, apesar de tudo, ainda conseguiu somar 4 pontos devido ao 2º lugar na Power Stage, onde Latvala foi o mais rápido e Ogier obteve o 3º melhor tempo. Contas feitas, Ogier aguentou a pressão da Toyota e venceu com 10,6 segundos de vantagem para Latvala e 35,1 segundos para Lappi, o pódio deste difícil e muito escorregadio Rali de Gales.

A Citroen, que em 2019 vai contar com a mestria de Ogier, alcançou a 4ª posição com Craig Breen a 1m10,4 do vencedor e o 8º lugar com Mads Ostberg a 1m21,6 deixando pelo meio os 3 Hyundai i20, com Mikkelsen (a1m15,9) e Paddon (a 1m18,4) a abrirem alas para Neuville ser o 5º da geral a 1m14,4 de Ogier, conseguindo assim manter a liderança do WRC 2018, que promete muitas emoções nas provas que faltam, Espanha e Austrália.

Na categoria WRC2 o domínio da Skoda foi evidente, com o jovem de 18 anos Kalle Rovanpera a obter uma inequívoca vitória perante Pontus Tidemand com uma diferença de 1m34,2 entre os dois Fabia R5. Thierry Neuville continua no comando do Campeonato do Mundo de Ralis somando agora 189 pontos, apenas mais sete que Sébastien Ogier que conta com 182 pontos. Ott Tanak desceu para o 3º lugar com 167 pontos, à frente dos outros Toyota de Lappi com 104 e de Latvala com 98 pontos. Nas marcas a liderança é da Toyota com 317 pontos, seguida pela Hyundai com 297, pela M-Sport Ford com 273 e pela Citroen com 187.

scroll up