Vitória histórica na China foi para Lewis Hamilton

14 abril 2019

Parece ter sido uma corrida calma para a Mercedes, que alcança mais uma dobradinha, dando a ideia que o campeonato deste ano poderá ser disputado a dois. Lewis Hamilton faz a festa e entra, mais uma vez, para a história da Fórrmula 1, vencendo a corrida 1.000 com a Mercedes e com o seu companheiro Valtteri Bottas, que foi o 2º classificado no GP da China, à frente de Sébastian Vettel que sobe finalmente ao pódio esta temporada. Mas o trabalho da Mercedes para chegar a este resultado não foi assim tão fácil, uma vez que a equipa teve de trabalhar bastante na afinação dos seus carros. A corrida acabou por ser perfeita para a marca alemã, que conquista assim três dobradinhas em três corridas disputadas este ano.

Se a Mercedes dominou por completo na China, tanto na corrida como nas qualificações, a Ferrari viu Vettel ser mais eficiente que Leclerc que terminou a corrida na 5ª posição, com Max Verstappen a registar o 4º lugar, colocando assim o Red Bull entre os dois Ferrari, com Pierre Gasly a assinar a 6ª posição com o outro Red Bull. No segundo pelotão da Fórmula 1, depois das marcas dominantes, Daniel Ricciardo conquista o 7º lugar para a Renault, deixando o Racing Point de Sérgio Perez no 8º lugar, à frente do Alfa Romeo de Kimmi Raikkonen. Depois da China, o domínio da Mercedes começa a acentuar-se, com Lewis Hamilton no comando com 68 pontos, seguido por Valtteri Bottas com 62. Max Verstappen é agora 3º classificado com 39 pontos, seguido de perto pelos Ferrari de Vettel com 37 e de Leclerc com 36 pontos.

scroll up