Chegou um novo Mercedes-Benz B com o mesmo ADN do classe A

18 fevereiro 2019

É impossível olhar para o novo Mercedes-Benz Classe B e não pensar logo no bem-sucedido Classe A. Com a mesma linguagem de design que o seu irmão, esta 3ª geração do B rompe completamente com o conceito de um automóvel que teve excelentes resultados comerciais, mas que nunca convenceu completamente pelas linhas exibidas. Agora a conversa é outra, pois estamos perante um carro elegante, de linhagem sóbria, que até faz lembrar outros modelos da marca de segmentos superiores. Está longe de ser um verdadeiro monovolume, não é seguramente uma carrinha e pretende situar-se entre as referências A e C da Mercedes-Benz. No fundo, acaba por ser um prolongamento lógico do recente Classe A, mas cresceu em comprimento, tem maior distância entre eixos, é mais alto e está mais largo.

Com equipamentos semelhantes ao A, a criação mais recente da marca alemã transporta para bordo a nova telemática da Mercedes-Benz e mostra materiais de qualidade no interior que nos transportam para um ambiente de referência, onde o condutor é o alvo de todas as atenções. Os controlos essenciais do veículo parecem estar mais perto do condutor, talvez devido à posição de condução mais elevada. Se os encantos interiores são mesmo muito semelhantes ao Classe A, as linhas exteriores vincam um certo ar desportivo que rompem completamente com a aparência das anteriores gerações, conquistando pela ajuda do olhar, que se prende por exemplo na sua linha de cintura, nas duas saídas de escape, ou até nas jantes de 17 ou 19 polegadas montadas no novo Classe B. A capacidade da bagageira oscila entre os 455 e os 1.540 litros e o portão traseiro é elétrico de série.

O novo Mercedes-Benz Classe B, que já iniciou a sua comercialização em Portugal com motores diesel 180d de 116 cv e o 200d de 150 cv, conta ainda nesta fase com o novo bloco a gasolina, o 200 que debita 163 cv de potência, podendo contar com caixa manual de 6 velocidades ou automática de 7 relações. Mais tarde chegará o B equipado com o motor diesel 220 d de 190 cv e caixa automática 8G-DCT e no verão é esperada a versão Plug-in 250e sustentada pelo bloco a gasolina de 163 cv e motor elétrico. Existem três tipos de suspensão para o B, conforto, rebaixada e amortecimento seletivo, que tornam o novo modelo da Mercedes-Benz com comportamentos irrepreensíveis. Em relação a preços, o Classe B a gasolina 200 está disponível a partir de 34.750€, enquanto o 180d inicia a sua comercialização nos 35.100€, o 200d nos 42.250€ e mais tarde o 220d chegará a partir de 47.900€.

scroll up