Coração diesel para o novo Honda Civic

10 abril 2018

A 10ª geração do Honda Civic é a responsável pelo sucesso que transformou o modelo no 4º mais vendido no mundo em 2017. Depois das novas formas do Civic terem quebrado alguma monotonia instalada com a geração anterior, os novos motores a gasolina impulsionaram o modelo para patamares de sucesso, através de performances e consumos convincentes, nos blocos 1.0 e 1.5 VTEC Turbo. Mas à nova gama da Honda faltava uma peça fundamental para este segmento de mercado. Um motor diesel, que já tinha dado que falar na geração anterior, vai passar a equipar o novo Civic, mas totalmente revisto, oferecendo excelentes níveis de economia e eficiência.

O motor diesel 1.6 i-DTEC, agora totalmente construído em alumínio, garante menor atrito e redução de emissões, contribuindo para uma eficiência de prestações que já tinham sido confirmadas na geração anterior. Apesar da Honda ter concebido um excelente bloco diesel de 1,6 litros com 120 cv de potência, já conhecido em outros modelos da marca, a revisão profunda deste motor consegue elevar as prestações e reduzir consumos e emissões, ou seja, a excelente conceção de um bloco diesel de baixa cilindrada, acabou por ser melhorada e adaptada às exigências do mercado. Ainda em 2018, vai estar disponível uma caixa automática de nove velocidades, para aumentar as opções de transmissão do Honda Civic.

A capacidade de sonhar da marca nipónica tem dado frutos em 2018, muito especialmente com o Civic, um modelo carregado de história e de sucessos. Este ano o popular modelo da Honda já mostrou a versão de 4 portas com motorizações a gasolina, estando agora previsto o coração diesel para este modelo mais longo e familiar, já no próximo mês de maio. Com este revigorado motor 1.6 i-DTEC Turbo, o Civic fica mais apetecível para a Honda entrar num mercado específico em Portugal, com um preço combativo do “Pro Edition”, uma série exclusiva dedicada às empresas, por 25.000€, já a partir de setembro.

O importador da Honda coloca o Civic diesel com preços de entrada tentadores, através de uma campanha de lançamento que conta com um apoio à retoma de 2.750€ e mais 1.250€, em caso de adesão a financiamento. Com quatro níveis de equipamento, Comfort (27.300€), Elegance Navi (29.450€), Executive (32.330€) e Executive Premium (33.230€), a versão diesel instala-se em termos de preços, entre os modelos a gasolina de 1,0 e 1,5 litros, com este 1.6 Diesel a assumir ser o coração do mercado.

Honda Civic Type R com edição muito especial – Desde 1992 que o fator Type R está intimamente ligado à Honda, com especificações muito desportivas para o NSX. Depois, em 1998, foi a vez do Civic assumir o papel mais desportivo da marca. Com ligações fortes ao Campeonato do Mundo de Turismos (WTCR), a Honda conta com a participação do piloto português Tiago Monteiro, neste momento ainda em recuperação de um acidente sofrido no ano passado. Como homenagem à carreira do piloto, o importador nacional da Honda decidiu lançar uma série especial do Civic Type R, denominada #18 Tiago Monteiro, já a partir de junho. O 18 é o número de eleição e de competição de Tiago Monteiro, daí a designação desta série especial do Civic Type R que irá contar apenas com 18 unidades exclusivas e numeradas, com um preço de 55.900€.

scroll up