Nova proposta elétrica da Renault para o ZOE

16 fevereiro 2018

O futuro da mobilidade elétrica passa essencialmente por uma maior autonomia das baterias, e por uma rede de carregamento cada vez mais alargada. O tempo de carregamento é também um dos problemas que condiciona a aceitação das propostas elétricas que, cada vez mais, vão surgindo no mercado. A constante evolução tecnológica vai aproximando os automóveis elétricos dos condutores, como demonstram os números registados pela Renault no ano passado, ao comercializar 860 veículos elétricos, 751 dos quais do modelo ZOE. Agora, com as mesmas baterias, o novo motor elétrico Q90 permite uma carga 30% mais rápida que o motor R90, embora a Renault mantenha em opção os dois motores em comercialização.

O novo ZOE Z.E. 40 C.R. permite carregamentos mais rápidos, ou seja, para carregar as baterias desde zero até aos 80 por cento de carga (perto de 300 quilómetros de autonomia em ciclo NEDC), o Renault ZOE Z.E. 40 C.R. precisa de 65 minutos, em vez dos 100 minutos do ZOE Z.E. 40. Uma poupança de tempo na ordem dos 30 %, mas isto nos postos de carregamento rápido de 43kW (64A). Já numa Wallbox de 22kW (32A), os tempos de carregamento são em tudo idênticos ao do ZOE Z.E. 40. Mas, tecnicamente, como se justificam os diferentes tempos de carregamento entre o ZOE Z.E. 40 C.R. e o já conhecido ZOE Z.E. 40? A resposta está no motor. O primeiro está equipado com o bloco designado por Q90 e o segundo com o designado R90. Dois motores distintos, mas que reivindicam números muito próximos ou mesmo idênticos. A unidade elétrica do ZOE Z.E. 40 C.R. tem uma potência de 65kw (88cv) em vez de 68kw (92cv) do ZOE Z.E. 40. A autonomia é de 370 quilómetros (em ciclo NEDC) em vez dos 400 quilómetros do ZOE Z.E. 40. Já o binário de 220Nm, a aceleração dos 0 aos 50 km/h em 4,1 segundos, dos 0 aos 80 km/h em 8,6s e dos 0 aos 100 km/h em 13,2 segundos são comuns às duas versões.

A nova versão 40 C.R. do ZOE custa mais 700€ que o 40 com carga normal, com o contrato de aluguer de baterias ou a aquisição das mesmas, a fazer a diferença de preços. O aluguer de baterias custa 69€ por mês, com um limite máximo de 7.500 km por ano, podendo optar por 119€ mensais, com quilometragem ilimitada. O Renault ZOE Z.E. 40 C.R. pode ser adquirido a partir de 15.460€ (para empresas, associado a um contrato de aluguer da bateria, beneficiando da dedução integral do IVA e incluído o incentivo do estado no valor de 2.250€) ou 18.820€ (particulares, associado a um contrato de aluguer de bateria, beneficiando do incentivo do estado no valor de 2250€ e com uma retoma e financiamento RCI Bank), associado a um contrato de aluguer e serviços relacionados com as baterias. Se a opção recair na compra do novo Renault ZOE Z.E. 40 C.R. com as baterias incluídas, o preço começa nos 23.195€ para empresas, e nos 27.995€ para particulares.

scroll up