Porsche recorda vitórias desportivas com explosão de cores

12 junho 2019

A Porsche apresentou um conjunto de decorações disponíveis para a segunda geração do 935, que recordam êxitos desportivos da marca em diversas épocas. Também conhecido por Moby Dick, o novo Porsche 935 conta apenas com 77 unidades.

Para o designer Grant Larson estas homenagens às diversas competições em que a marca participou, e respetivas equipas, revelou-se “um processo muito emocionante”. Entre as decorações do 935 está uma que rende homenagem ao Porsche Salzburg Team 917K que alcançou vitória absoluta nas 24 Horas de Le Mans em 1970. Mas existem outras paletas que recordam equipas como o Gulf de John Wyer, o lendário duo de cores como preto e dourado da John Player Special ou o azul turquesa, fruto da parceria com a fabricante de esquentadores Vaillant.

No total, são sete as combinações de cores que recordam outras tantas participações desportivas da Porsche, agora imortalizadas na segunda geração do 935:

Gulf Oil (azul e laranja): John Wyer conquista a vitória no Campeonato do Mundo de Sport Protótipos em 1970 e 1971;

Momo Racing (vermelho e amarelo): Gianpiero Moretti fez história nas pistas do Grupo 5, nos 1.000 km de Spa, em Watkins Glen e em Silverstone;

Sachs – Kremer Racing (branco e azul): em 1980, con Dick Barbour, que esteve prestes a voltar a ganhar Le Mans. Um ano antes já tinha participado com outras cores;

Vaillant – Kremer Racing (azul turquesa): o 935 que recorda esta edição triunfou em Nürburgring con Bob Wollek em 1977;

John Player Special – Kremer Racing (preto e dourado): esta versão deixou a sua marca no Grupo 5;

Áustria (vermelho e branco): o mundo ficou surpreendido quando uma pequena equipa austríaca venceu as 24 Horas de Le Mans em 1970 com um 917K;

Garretson – Redman: estes dois pilotos uniram-se para ganhar em 1981 as 24 Horas de Daytona ao volante de um 935.

scroll up