Márquez vence e Rossi cai

04 novembro 2018

Quando as luzes se apagaram foi Valentino Rossi quem melhor respondeu desde a segunda posição da grelha, enquanto o homem da pole, Johann Zarco, se mostrou algo lento. “The Doctor” não teve problemas em sair da Curva 1 na frente da corrida, com Zarco a conseguir travar tarde para se colocar no segundo posto, enquanto Jack Miller levou a melhor sobre Andrea Iannone para garantir a terceira posição e Márquez ganhava um lugar ao subir a sexto.

Pouco depois Márquez e Dani Pedrosa tocavam-se sem consequências, enquanto o Campeão do Mundo de 2018 começava a escalar rumo à frente apesar de um susto na última curva que levou Iannone a cair e desistir atrás do espanhol ainda na primeira volta.

Na frente, Rossi e Zarco lideravam com as duas Yamaha, mas Márquez foi atrás deles depois de passar por Miller. O piloto da Honda não tardou a colar-se à roda do francês para depois o passar na Curva 14. Rossi estava agora à vista, mas o italiano rodava com um ritmo fantástico, aumentando a vantagem para 1,1 segundos ao cabo de 10 voltas.

A oito voltas do final Rossi continuava a apresentar grandes tempos para manter a vantagem sobre Márquez e com Zarco já a mais de três segundos de distância. Contudo, a margem para o espanhol caiu para menos de um segundo logo depois. Márquez, como sempre, rodou ao limite e chegou mesmo a apanhar um pequeno susto na Curva 5.

A cinco voltas do final a diferença entre os dois primeiros era de apenas 0,7s, o que deixava antever um final absolutamente emocionante. Contudo, o desastre aconteceu a quatro voltas do final, na Curva 1, quando Rossi perdeu a frente da M1 e acabou no chão, colocando assim ponto final ao tão desejado regresso às vitórias.

Márquez ficou assim isolado na frente para conquistar a 70ª vitória da carreira, enquanto Zarco e Rins ficaram a bater-se pela posição intermédia do pódio, um duelo em que o Rins acabou por ser melhor na última volta. Maverick Viñales foi quarto, com Pedrosa a completar o Top 5.

scroll up