Oliveira regressa aos pontos no MotoGP de Aragão

22 setembro 2019

Miguel Oliveira, da Red Bull KTM Tech 3, levou a cabo fantástica batalha pelos dez primeiros no circuito espanhol de Alcañiz, palco do Grande Prémio de Aragão de MotoGP.

Ultrapassadas as dores com que se debateu nas últimas semanas devido à lesão contraída no ombro em resultado da queda sofrida em Silverstone, o piloto ACP iniciou a corrida deste domingo em 17º para de imediato entrar ao ataque.

Oliveira precisou de apenas uma volta para ascender ao 12º posto. A partir daí o português entrou em animado duelo com outros rivais num despique que se estendeu até ao final da corrida para terminar a 14ª jornada do Campeonato do Mundo de MotoGP em 13º, a meros dois centésimos da Ducati de Danilo Petrucci.

Um regresso aos pontos que lhe permitiu ascender à 17ª posição da geral em igualdade pontual com o rival do ano passado e Campeão do Mundo de Moto2, Peco Bagnaia.

Hoje foi uma boa corrida, tivemos uma boa luta com pilotos fortes, o que me deixa contente,” começou por apontar Miguel Oliveira.

“Foi complicado ultrapassar, em particular nas últimas voltas, mas mantive.me com este grupo na luta.”

“Pensei que tínhamos potencial para um pouco mais hoje, mas ao mesmo tempo foi bom terminar a corrida depois de duas rondas a zeros, pelo que agora sinto-me muito mais calmo e tranquilo para enfrentar os próximos desafios,” rematou Oliveira.

Quanto à prova em si, vitória para Marc Márquez, com Andrea Dovizioso em segundo e Jack Miller a fechar o pódio.

scroll up