Prova atípica para Oliveira na Ilha

28 outubro 2018

A jornada australiana do Campeonato do Mundo de Moto2 foi tudo menos normal para os dois primeiros classificados. Habituados a resultados nos dez primeiros desde o início do ano, a grande maioria deles no pódio, Francesco Bagnaia e Miguel Oliveira tiveram um fim-de-semana em tudo estranho.

Os treinos livres não deixavam antever tal desfecho, com ambos os pilotos a apresentarem os tempos que lhes são usuais, entre os homens da frente, mas o mesmo já não se pode dizer da qualificação. O italiano ficou-se pelo 16º registo, enquanto Oliveira foi 20º.

Na corrida continuaram as dificuldades. Bagnaia ainda logrou ascender a quinto nos momentos iniciais, mas com a mesma rapidez com que chegou à frente acabou depois por perder posições para cair para trás do luso à quarta volta.

Enquanto isso, Oliveira também subia na tabela para chegar ao décimos lugar, mas nunca conseguiu ir além disso e acabou por terminar a corrida em 11º, com o líder do Campeonato e rival logo atrás de si, enquanto o pódio ficava a cargo de Brad Binder, Joan Mir e Xavi Vierge.

Com este resultado Miguel Oliveira ganhou apenas um ponto a Peco Bagnaia, para reduzir a diferença entre ambos para 36 pontos numa altura e que estão ainda em jogo 50.

scroll up