Bélgica é a maior apaixonada pelo Mustang

17 outubro 2016

Desde que foi lançado o ano passado, o novo Mustang tem despertado paixões um pouco por toda a Europa com os alemães a serem os maiores compradores deste icónico desportivo, em volume, logo seguidos dos britânicos. Mas os maiores fãs são os belgas, revelando ter um verdadeiro caso de amor por este desportivo.

Proporcionalmente, há mais condutores belgas proprietários de um Ford Mustang do que noutro país europeu, registando-se ali um volume de compras superior a 1.600 unidades, num rácio de um Mustang para cada 4.693 condutores belgas. Ora a Alemanha, que é a que mais compra em volume, tem um rácio de um Mustang por cada 7.700 condutores, seguidos de perto pelos britânicos que têm a circular um Mustang por cada 7.743 encartados.

A Bélgica é apaixonada por automóveis e velocidade. O famoso circuito de Spa Francorchamps foi um dos primeiros traçados de competição a receber corridas de Fórmula 1, além de que o seu piloto Jacky Ickx venceu as 24 Horas de Le Mans em seis ocasiões, uma delas ao volante de um Ford GT-40, além de ter garantido, ao longo da sua carreira, 25 pódios na F1 e ter vencido o Rally Dakar.

Entre os maiores fãs desta nova geração está o confesso “Maluco por Mustangs”, Adelbert Engler de seu nome, ele que reuniu uma coleção de nada menos do que 5.500 exemplares Mustang à escala em sua casa, em Heusden Zolder, nela integrando vários modelos clássicos em tamanho normal.

O icónico modelo desportivo iniciou a sua comercialização em toda a Europa no ano passado, uma estreia oficial que decorre 51 anos depois do Mustang ter sido lançado nos EUA. Já se venderam mais de 21 mil novos Mustang do lado de cá do Atlântico.

Já a Alemanha e a Grã-Bretanha representam, em conjunto, mais de metade dos novos Mustang vendidos no Velho Continente, no ano passado. Os condutores alemães compraram 7.281 Mustang e os britânicos adquiriram 4.761 unidades.

França surge na 3ª posição, com 2.126 unidades vendidas e a Bélgica no 4º lugar, sendo este um dos países com menor população, numa lista que inclui a República Checa, a Suécia e a Suíça, os quais registam uma grande procura daquele que, no ano passado, foi o coupé desportivo mais vendido do mundo.

Em Portugal, até à data e desde o seu lançamento em finais de 2015, a Ford Lusitana já vendeu 100 unidades do novo Mustang, 76 da versão fastback e 24 da versão convertible.

“O Mustang é um automóvel que tem um enorme e apaixonado número de seguidores em toda a Europa, desde fãs, a clubes de entusiastas, passando por numerosos encontros Mustang,” refere Laurent Charpentier, diretor geral da Ford Bélgica, explicando assim o sucesso deste desportivo único.

Os clientes europeus do Mustang podem optar pelo motor V8 de 5.0 litros (o mais popular com 64% das vendas) ou pelo bloco 2.3 EcoBoost (o mais escolhido no sul da Europa). Em termos de carroçaria, a proposta fastback reúne 72 por cento das preferências, face à versão convertible. Vermelho, cinzento e preto são as cores mais populares até à data.

No presente ano e até à data, comparativamente ao ano passado, as vendas de modelos Ford Performance na Europa, duplicaram, catálogo que inclui o modelo Mustang, mas também o Focus RS, Focus ST e Fiesta ST.

scroll up