Edição do Mundial de Ralis está a surpreender muita gente

04 abril 2017

Três ralis com três pilotos de três equipas diferentes a vencer. É um resumo curto do que se passou até agora no World Rally Championship (WRC), mas revela bem a intensidade que se tem vivido na edição deste ano. 

Se em Monte Carlo a vitória de Ogier, agora na M-Sport e ao volante de um Ford Fiesta WRC, pressagiava a repetição de um eventual domínio do francês no Mundial de Ralis, o Rali da Suécia desfez essas dúvidas. É que o vencedor foi o ex-companheiro de equipa de Ogier na VW, Latvala, agora ao volante Toyota Yaris WRC. Para mostrar que realmente a competitividade regressou ao WRC, foi a vez Kris Meeke (vencedor da edição do ano passado do Rally de Portugal) a vencer o Rally do México, num Citroën C3 WRC. Isto revela que a promessa feita pela Federação Internacional do Automóvel (FIA), que em janeiro garantia que esta edição do WRc iria ser todo "um mundo novo", foi realmente cumprida. 

E esse sentimento está bem refletido nos leitores do Autoclube que, no mais recente inquérito realizado neste site, revelou que quase 80% (79%) dos inquiridos concorda que o arranque do Mundial está a ser surpreendente, contra 21% que tem opinião diferente. 

scroll up