Lisboa reforça radares e instala câmaras nos semáforos

14 junho 2018

A Câmara Municipal de Lisboa (CML) vai incorporar 120 câmaras de vigilância em semáforos da capital e aumentar o número de radares com o objectivo de reduzir a velocidade de circulação nas estradas de Lisboa. No ano passado, foram passadas 156.244 multas por excesso de velocidade, o equivalente a mais de 420 por dia.

De acordo com o vereador da Mobilidade da CML, Miguel Gaspar, todos os equipamentos estarão sinalizados com alertas para o limite de velocidade – haverá até alguns cujo controlo de velocidade poderá nem estar a funcionar. "Queremos que tenham um efeito dissuasor para que exista segurança rodoviária. Por isso vão surgir alertas de ‘por favor abrande’ e só a seguir é que surgem os radares das contra-ordenações", explicou Gaspar.

Apesar de não ter revelado quantos radares serão colocados nem quando começarão a ser utilizados, Miguel Gaspar explicou que os maiores problemas ocorrem na Segunda, no Eixo Norte-Sul e na Avenida Infante Dom Henrique. "São zonas de grande velocidade. Ou seja, os condutores têm mais cuidados a andar na zona central da cidade, mas depois nas áreas de maior velocidade já não. É aí que se tem de intervir", afirmou. Para as câmaras de vigilância dos semáforos e radares, a Câmara Municipal de Lisboa tem previsto um investimento de cinco milhões de euros.

scroll up