Seat Leon a gás natural com mais potência e autonomia

08 janeiro 2019

Os componentes internos do motor que equipa o Seat Leon TGI Evo foram redesenhados e desenvolvidos de acordo com as exigências da utilização do GNC, recebendo novos pistons em cromoníquel com segmentos modificados para a utilização de gás, bem como o reforço das sedes de válvulas para melhor resistência ao desgaste, tendo as válvulas sido elevadas para uma melhor circulação do gás no interior da câmara de combustão.

O Leon TGI Evo debita 130 cv de potência às 5,000rpm – mais 20 cv face ao motor 1.4 precedente – e 200 Nm de binário entre as 1,400rpm e as 4,000rpm, podendo ser acoplado a uma caixa manual de seis velocidades ou à unidade de dupla embraiagem com sete velocidades.

Como os outros modelos da gama Seat GNC, o  TGI Evo apenas recorre à gasolina como combustível alternativo quando os depósitos de GNC ficam vazios, embora agora seja ainda maior a capacidade de abastecimento de GNC uma vez que este modelo recorre a três depósitos – dois dos quais fabricados com a leve e sofisticada tecnologia de fibra de carbono. O Seat Leon TGI Evo tem uma capacidade de armazenamento de 17.7kg de GNC, garantindo-lhe um alcance de 500 km neste modo de alimentação e, graças à passagem automática para gasolina, consegue estender o alcance nuns adicionais 150 km.

scroll up