Tesla já produz nova geração de baterias para o Model 3

26 junho 2017

A Tesla já iniciou a produção das novas células de bateria para o Model 3, na sua Gigafactory 1, no estado do Nevada, o que é um passo fundamental para o lançamento da produção daquele novo modelo.

Acredita-se que as novas células da bateria vão ser a chave para que a Tesla obtenha as reduções de custos necessárias que permitam um preço inicial do Model 3 bastante atrativo.

As novas células da bateria de formato 2170 da Tesla até já entraram em produção, em janeiro, mas essas células usavam a química do Níquel Manganês de Óxido de Cobalto (NMC) para produtos de armazenamento de energia estacionária, o Powerwall e o Powerpack da Tesla.

Só que, para as baterias daquele veículo, a Tesla decidiu usar a química de óxido de alumínio cobalto (NCA) de níquel otimizada para ciclos em veículos elétricos. A empresa admitiu o uso, para já, de dois tipos de baterias nos seus modelos. A empresa tem como objetivo alcançar uma redução de custo de 35% com as novas células. Estas novas baterias só serão usadas no Model 3, mas a Tesla também quer fazer a transição do Model S e do Model X nas novas células à medida que aumentam a produção.

Para o CEO da Tesla, Elon Musk, que fez uma grande aposta nestas novas células, é a "célula de maior densidade de energia do mundo e também a mais barata". Até o final de 2018, a Tesla planeja atingir uma taxa de produção de 50 GWh de capacidade de bateria na Gigafactory 1, o que poderia ser suficiente para produzir 500 mil carros e muitas Powerwalls e Powerpacks.

scroll up