Clássicos são o melhor investimento

08 setembro 2017

Investir algum do seu dinheiro num carro clássico não é apenas bom para a sua imagem, ao transmitir aos outros a impressão de que é um verdadeiro apreciador de artigos vintage, mas também por causa do elevado retorno que tal negócio lhe poderá proporcionar. 

Segundo o banco Coutts, conhecido como o "banco da rainha", a lista anual dos ativos - como casas de luxo e obras de arte, relógios de coleção e carros, entre outros artigos - com melhor desempenho no mercado mostra que os clássicos são um excelente negócio.

Apesar de a sua valorização no geral ter caído 10,4% em 2016, quem há 12 anos investiu um euro num clássico hoje recebeu 300 euros, pois os clássicos valorizaram, no geral, 300% desde 2005. A "origem e a raridade continuam a ser os dois fatores que mais elevam os preços", explicou o diretor-geral da Coutts, Mohammad Kamal Syed.

 "Os carros clássicos garantiram os maiores retornos desde 2005, com preços médios a subir mais de quatro vezes. No entanto, depois de aumentar rapidamente em 2013 e 2014, o retorno dos carros clássicos caiu em 2015 e 2016. Além disso, essa queda refletiu-se nos valores obtidos em leilão de quase todos os modelos do índice. Ainda assim, os preços no topo do mercado permanecem robustos".

Se quisermos estabelecer uma comparação com outros artigos de luxo, os chamados activos de paixão, como moedas, vinhos premium e joalharia,  valorizaram 1,2% em 2016, mas apenas aumentaram o seu valor médio em 77% desde 2005. Quem está a perder são as obras de arte. 

scroll up