Os carrinhos mais vendidos no mundo têm 50 anos

23 agosto 2018

Quando no final dos anos 60 apareceram as miniaturas Hot Wheels, o sucesso foi imediato. Tinham um design divertido e cores brilhantes, que atraíam as crianças nas lojas de brinquedos. Chegaram a vender-se 16,5 carrinhos por segundo e, em todo o mundo, conquistaram mais de 60 milhões de fãs de todas as idades, especialmente colecionadores.

Este ano, a marca faz 50 anos e para celebrar a data reeditou os primeiros cinco modelos que comercializou na época: um Camaro, um Hemi Barracuda, um Mustang e um Volkswagen Beetle, todos de 1967 e um Cougar de 1968, ao preço de 4,65 euros cada.

O aspeto inconfundível das miniaturas Hot Wheels foi conseguido graças à pintura Spectraflame com visual metálico e brilho impressionante, mas havia outro detalhe que as diferenciava – os pneus Redline com um contorno vermelho ao centro inspirado nos muscle cars modificados, que surgiram em praticamente todos os modelos da marca até 1977, altura em que foram eliminados para conter custos de produção.

O próprio nome das miniaturas – Hot Wheels – foi escolhido porque na época era a expressão usada para os automóveis que mais chamavam à atenção nas ruas dos Estados Unidos.

scroll up