Barreda vence especial muito disputada

07 janeiro 2018

Se nos carros desde cedo se viu que o domínio do dia estava a cargo de uma marca e que a única era qual dos pilotos da equipa iria chegar ao final com o melhor tempo, o panorama nas motos foi bem diferente.

Com a responsabilidade de abrir a pista após a vitória de ontem, Sam Sunderland acabou por perder terreno de forma significativa para dois dos seus principais rivais logo nos primeiros quilómetros da especial de hoje. O britânico da KTM passou CP1 em 16º, a mais de três minutos da frente e apesar de ter recuperado posição ao longo do resto da tirada competitiva de hoje, a verdade é que acabou por perder mais tempo para terminar na sétima posição, a seis minutos da frente.

Enquanto isso, Joan Barreda e Adrien Van Beveren debatiam-se entre si ao longo de toda a especial no que foi uma animada troca de galhardetes. O holandês da Yamaha viu-se batido pelo espanhol da Honda em CP1, mas não baixou os braços e retribuiu com mesma moeda em CP2 ao anular os 1m04s de atraso e garantir uma vantagem de 48 segundos para assumir a liderança.

Van Beveren manteve-se na frente no controlo seguinte, com Barreda em terceiro, mas mais perto, a apenas 15 segundos. A margem era curta e tornava-se patente que o espanhol tinha palavra a dizer até final, e o facto é que acabou mesmo por se impor logo em CP4. Com praticamente dois minutos de vantagem, Barreda manteve forte ritmo para controlar em CP5 com 2m03s de vantagem. Uma margem maior mas que mostrava que o holandês não queria facilitar. Ciente disso, o espanhol manteve o punho aberto para chegar ao final dos 267 km cronometrados com 2m54s de vantagem.

Enquanto isso, mais atrás, Matthias Walkner, que fez a maior parte da especial entre quinto e sexto, aumentou o ritmo na fase final para ascender a quarto e depois garantir o mais baixo do pódio mesmo ao cair do pano. O austríaco acabou assim por garantir a presença de uma KTM no pódio ao terminar a 4m24s da frente.

Em muito bom plano esteve Michael Metge. Depois de um primeiro dia para esquecer, em que terminou em 19º, o francês da Honda garantiu o quarto tempo (+4m29s), mesmo à frente do colega de equipa Kevin Benavides (+5m23s), que completou o Top 5.

Em termos de geral, Barreda é o novo líder, com Van Beveren em segundo (+2m54s) e Walkner em terceiro (+4m24s). Metge ascendeu a quarto (+4m39s) e Benavides (+5m43s) fecha a lista dos cinco primeiros.

No que toca a Fausto Mota, o único representante luso ainda em prova nas duas rodas, o dia chegou ao final com a 72ª marca, a 1h08m01s da frente. Enquanto isso, Joaquim Rodrigues viu ser-lhe diagnosticadas fraturas num pulso e pélvis e um traumatismo craniano ligeiro.

scroll up