FIA promove Cidades Inteligentes com a Formula E

10 março 2017

Numa época de rápida urbanização global, tornou para a Federação Internacional Automóvel cada vez mais urgente redefinir um novo modelo de mobilidade urbana sustentável. Foi, por isso, apresentado no Salão Internacional do Automóvel de Genebra, uma nova iniciativa - a FIA Smart Cities - com o objectivo de ajudar as cidades a definir soluções mais adequadas para enfrentar novos cenários em que a mobilidade desempenha um papel central.

A plataforma de lançamento desta iniciativa é o Campeonato FIA de Fórmula E, a primeira série de corridas em carros totalmente movidos a eletricidade, com eventos realizados no coração de algumas das cidades mais importantes do mundo, desde 2014.

"A FIA Smart Cities é algo inteiramente novo para nossa Federação", disse o presidente da FIA, Jean Todt. "Queríamos apresentar uma iniciativa que pudesse reunir os melhores aspectos da mobilidade sustentável, para marcar as cidades que acolhem as rondas do Campeonato FIA de Fórmula E, uma série que apresenta as melhores oportunidades de sinergias entre os dois pilares em que a FIA marca presença, desporto e mobilidade. Temos o apoio das câmaras municipais, dos nossos clubes e também de importantes actores da indústria e das finanças, que nos apoiam nesta iniciativa. Resolver o desafio da mobilidade exigirá ações audaciosas e coordenadas entre os setores público e privado: espero que a iniciativa Smart Cities da FIA possa contribuir para projetar cidades melhores para quem vive nelas agora e para as gerações futuras".

O primeiro segmento do FIA Smart Cities vai surgir em conjunto com quatro etapas da terceira temporada da Fórmula E, que são as que se realizam na Cidade do México, Berlim e Montreal, e ainda um evento especial em Paris. Em cada sexta-feira antes da corrida, haverá um fórum que vai renir autoridades nacionais e locais, institutos de pesquisa, membros da indústria e membros da FIA para refletir sobre como as inovações abrem caminho para uma mobilidade mais segura, mais conectada e mais sustentável.

Alejandro Agag, fundador e CEO da Fórmula E, revelou estar "muito satisfeito por a FIA ter escolhido a Fórmula E para associá-los à FIA Smart Cities Initiative. É uma tarefa ambiciosa abordar as questões que os centros urbanos enfrentam, como a poluição atmosférica ea mobilidade electrónica, e estou orgulhoso de que, em conjunto com o órgão de governo e os nossos parceiros, celebremos os que estão a criar novas tecnologias na luta contra as alterações climáticas . À medida que a indústria automobilística está se movendo em direção à eletrificação, a Fórmula E é uma plataforma que pode acelerar e promover a mudança para a mobilidade sustentável ".

scroll up