Inspiração da Audi deu origem a Coupé de sonho

18 novembro 2016

Quando em 2007 os designers da Audi conceberam um coupé de tamanho familiar e linhas empolgantes, estavam longe de sonhar que o modelo prolongasse os seus encantos ao longo dos tempos. Na verdade, o Audi A5 Coupé foi um carro que criou um estilo, conseguido conjugar imagem e posicionamento com elegância desportiva. Mas o A5 não ficou limitado ao Coupé, com acessibilidade limitada aos bancos traseiros. Mais tarde veio o Sportback com quatro portas, para cativar a família, e ainda um descapotável para refrescar as ideias. Agora, quase uma década depois, a nova geração acaba por reviver o espírito do coupé que viria a dar origem a uma moda ampliada a outras marcas.

Mantendo o que é essencial, mas tornando o A5 de duas portas ainda mais apelativo, a Audi sublinhou o novo design da marca, alterou motores e suspensões, reduziu o peso e dotou o seu coupé de maior sucesso das mais altas tecnologias. Com chassis totalmente novo, uma aerodinâmica apurada e motores convincentes, a nova geração do A5 enquanto espera pelo Sportback em fevereiro e pelo cabrio em maio, vai cativando um segmento de mercado muito específico, através de uma arte em esculpir automóveis que, neste novo coupé, continua a ser convincente. Um longo capot caracteriza o modelo, que desta vez exibe três grelhas exteriores distintas que mudam conforme o nível de equipamento.

Assente numa base recente, igual à dos novos A4 e Q7, o Audi A5 Coupé tem maior distância entre eixos, crescendo em espaço interior e consequentemente em conforto. Uma suspensão desportiva com controlo de amortecimento proporciona maior prazer de condução e o ambiente interior consegue projetar a imagem desportiva através de um luxo sóbrio e novas tecnologias. Os já conhecidos virtual cockpit, Audi Connect e uma série de sistemas de ajuda à condução, transformam o novo A5 Coupé num automóvel eficiente e seguro de conduzir.

Em comercialização partir de 22 de novembro, o A5 desportivo vai contar nesta fase de lançamento com o motor que provavelmente terá maior procura em Portugal, o 2.0 TDI de 190 cv, que pode vir equipado com caixa manual de seis velocidades, ou S tronic de sete relações. Para quem quiser dar mais fôlego a este A5, pode sempre apostar no bloco V6 3.0 TDI com 218 cv de tração dianteira, ou então no de 286 cv de tração às quatro rodas, este equipado com caixa Tiptronic ZF de oito velocidades. Para mais tarde estão programados os propulsores a gasolina 1.4 TFSI e um diesel de 2,0 litros, mas com 150 cv. Este modelo de grande sucesso para a Audi conseguiu vender cerca de seis mil unidades desde o seu lançamento em 2007, sendo que 1.700 foram coupé. A nova geração está disponível no mercado nacional a partir de 47.840€, para a versão base do 2.0 TDI de 190 cv.

scroll up