Peugeot e-Legend revela o futuro da condução

25 setembro 2018

Porque o tédio não faz parte do ADN da Peugeot, porque autonomia não significa monotonia e porque a transição energética não irá apagar a 120 anos de história automóvel, a marca francesa desvenda o e-LEGEND concept. Uma visão emocionante do futuro do prazer de condução que assume medidas realistas e radicalmente modernas a reforçarem os genes e a elegância do património da Peugeot. Este concept vai ser apresentado no Salão Automóvel de Paris.

Dependendo do tipo de tráfego rodoviário ou do estado de espírito do condutor, o novo Peugeot e-LEGEND concept propõe quatro tipos de condução. Com dois motos autónomos, o Soft privilegia o conforto dos ocupantes com projeção em ecrãs digitais e visualização do mínimo de informações. O modo Sharp representa a tipificação precisa e dinâmica do veículos ao possibilitar a máxima conexão às atividades digitais (redes sociais, agenda, etc.).

Nos modos de condução manuais, este concept propõe a versão Legend que relembra os três mostradores do 504 coupé e apresentação em madeira tratada da informação digital nos diferentes ecrãs, ou Boost que reflete uma condução dinâmica e estimulante graças ao motor elétrico eficiente com imersão a 180º com projeção da estrada num ecrã de grandes dimensões.

À frente, a aparência do veículo é identificável através de uma assinatura visual composta por três garras e dois módulos duplos. A área técnica situa-se sob os faróis, incorporando todas as funções das ajudas à condução. O conjunto da máscara frontal integra-se entre as asas dianteiras, dividindo-se em dois através de uma viga em alumínio preto, um legado dos para-choques cromados em aço inoxidável.

Atrás, a emblemática assinatura visual da gama Peugeot também é apresentada em modo três garras, aqui com um tratamento muito tecnológico. Localizada na parte superior do vidro traseiro, a terceira luz de travagem cobre toda a largura do modelo, numa composição de lâminas múltiplas que a reflete.

A carroçaria é de uma tonalidade cinza, subtilmente matizada em tom champanhe. Dependendo da luminosidade exterior, a cor altera-se de um cromado que reflete o ambiente em redor, para um aspeto bronze metalizado polido. O processo utilizado é semelhante ao que se aplica nos frascos das grandes casas de perfumes.

Para proporcionar um habitáculo elegante e luminoso, a escolha dos designers focou-se em materiais calorosos, compensando o frio do digital: contraponto na corrida frenética para o mundo 100% digital.

O veludo regressa em grande estilo. Selecionado nas versões mais nobres pelo toque sedoso e agradável, o veludo de seda é habilmente misturado com uma malha técnica mais moderna, que oferece maior liberdade em termos de confeção, tecida digitalmente e especialmente para o Peugeot e-LEGEND concept, a partir de um fio brilhante, reminiscente da tonalidade do veludo. Este material pode ser encontrado nos modelos 3008 ou 5008.

Integrando-se, perfeitamente, na visão realística da transição energética da marca, o Peugeot e-LEGEND concept conta com uma cadeia de tração 100% elétrica. Recorrendo a baterias de 100 kWh, a motorização garante uma potência de 340 kW, distribuída pelas quatro rodas motrizes. Este nível de performance permite cumprir os 0 aos 100 km/h em menos de 4 segundos e atingir-se uma velocidade máxima de 220 km/h. A autonomia é de 600 km, sendo possível recuperar 500 km em 25 minutos, graças ao processo fast charging. Este concept cultiva o espírito zero de restrições tecnológicas, propondo um sistema de recarga por indução.

scroll up